Simule e contrate
logo

G1


País é o 2° mais afetado pela pandemia do novo coronavírus em número de infecções, ficando atrás apenas dos EUA. Trabalhadores indianos à procura de emprego fazem fila em Jammu, na Índia, em foto deste domingo (27) Channi Anand/Associated Press A Índia ultrapassou, nesta segunda-feira (28), a marca de 6 milhões de casos de infecção pelo novo coronavírus, segundo o Ministério da Saúde indiano. De acordo com o governo, foram registrados 82.170 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, levando o total de infectados no país para 6.074.702. A Índia informou ainda que contabilizou 1.039 mortes no mesmo período, chegando a 95.542. Em menos de um mês, a Índia bateu a marca de 4 milhões de casos (atingida no dia 5) e a de 5 milhões (atingida no dia 16). Segundo levantamento da universidade norte-americana Johns Hopkins, os indianos ficam atrás dos Estados Unidos (7.115.338 infecções e 204.758 óbitos) em número de casos e mortes, e do Brasil em número de mortes (141.776). PLAYLIST: Notícias internacionais

Bom dia! Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado. Primeiro fim de semana da primavera é de calor e aglomerações. Governo deve apresentar proposta de reforma tributária com novo imposto. Ministro da Educação volta a se pronunciar após declaração ofensiva. O Assunto de hoje aborda a LGBTIfobia. Barracos nas regiões nobres do Rio e de São Paulo vão parar na internet. Novo documento acirra disputa pelos bens de Gugu Liberato. Levantamento inédito mostra que 7 em cada 10 homicídios ficam sem solução no país. Brasil se aproxima de 142 mil mortes por Covid; entramos na fábrica da Coronavac. Concursos públicos oferecem mais de 7 mil vagas no país. E o conturbado jogo entre Palmeiras e Flamengo acontece. Primavera, calor e aglomeração Praia do Leblon cheia neste domingo (27) Reprodução/GloboNews O primeiro domingo da primavera foi de sol forte, aglomerações em locais públicos e desrespeito às normas de distanciamento. Em cidades como Rio de Janeiro e São Paulo, os termômetros bateram recordes, atingindo 39,2°C e 34,9°C, respectivamente. Com o calor intenso, praias e parques ficaram lotados. A previsão para esta segunda-feira é de mais calor. Na capital paulista, por exemplo, a expectativa é de que os termômetros possam chegar a 35°C durante a tarde. Saiba a previsão do tempo na sua cidade. Reforma tributária Após semanas de negociações, o governo federal apresenta hoje ao Congresso um novo bloco de propostas da reforma tributária, incluindo a criação de um novo imposto nos moldes da antiga CPMF, de acordo com a colunista Ana Flor. Pela manhã, o presidente Jair Bolsonaro deve se reunir com líderes do governo para discutir os detalhes finais do texto. Ana Flor analisa estratégia do governo para articular a Reforma Tributária Milton Ribeiro volta a se pronunciar O ministro da Educação, Milton Ribeiro, voltou a se pronunciar depois de afirmar, em entrevista ao jornal "O Estado de S.Paulo", que gays vêm de "famílias desajustadas". Durante visita a Londrina, no norte do Paraná, Ribeiro disse ter suas "convicções" como pastor, mas que é "ministro de todos". "Naturalmente eu tenho minha liberdade também de opinião e ali eu estava me referindo não propriamente aos adolescentes, mas às crianças. Eu respeito muito as opções como ministro de estado. Como pastor eu tenho minhas próprias convicções, mas, como ministro de estado, eu sou ministro de todos." Por conta da primeira declaração, a Procuradoria-Geral da República pediu ao Supremo Tribunal Federal a abertura de inquérito para investigar se o ministro cometeu possível crime de homofobia. 🎧 O Assunto A LGBTIfobia é o tema do podcast O Assunto desta segunda. Quando o Supremo equiparou comportamentos homofóbicos e transfóbicos ao crime de racismo, esperava-se que a decisão da mais alta corte do país pudesse alterar o quadro de preconceito e violência, mas, na prática, pouca coisa mudou. O episódio de hoje traz o depoimento de Felipe Alves, alvo de homofobia no próprio condomínio onde vive, e entrevista com Symmy Larrat, presidente da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT). Barraco na área nobre 'Você está falando com alguém que tem berço', diz homem para médico em restaurante de SP A facilidade com que um vídeo pode viralizar nas redes sociais não é novidade. No último fim de semana, isso foi novamente comprovado com dois casos flagrados em regiões nobres do Rio e de São Paulo. No Leblon, Zona Sul da capital fluminense, a cliente de um restaurante se incomodou com duas mulheres de biquíni em um carro conversível e acertou uma delas com uma garrafa de água. Sheila Mack, alvo do objeto, saiu do automóvel e revidou. Já no Jardins, em SP, outro barraco. Clientes discutiram e trocaram intimidações; enquanto um lado dizia que conhecia um delegado, o outro respondia que era "alguém de berço". Toda a cena foi gravada e publicada na internet. Para o psicanalista Francisco Daudt da Veiga, a pandemia, a polarização política e o ambiente das redes sociais deixaram as pessoas com os nervos a flor da pele: "Isso está acontecendo com todo mundo". Ele pede paciência por um "bom convívio social". Disputa pela herança de Gugu Um documento que estava nos EUA e foi apresentado nesta semana para a Justiça brasileira pode abrir um novo capítulo na disputa pela herança de Gugu Liberato, morto em novembro de 2019. Nele, o apresentador afirma, em tradução para o português, que Rose Miriam, mãe dos seus filhos e que não foi contemplada no testamento, é sua "companheira de muitos anos". Os advogados que representam os filhos e os sobrinhos de Gugu declararam que as alegações "não passam de fanfarronices que visam, exclusivamente, induzir a erro a opinião pública que desconhece o processo". Caso Gugu: novo documento põe fogo na disputa pela herança milionária do apresentador Mortes sem solução Um levantamento inédito do Instituto da Paz com dados de 10 estados e do Distrito Federal mostra que 70% dos homicídios não são solucionados e os culpados seguem impunes. O relatório se refere aos crimes de 2017. Para o levantamento, homicídio esclarecido é quando a polícia chega a pelo menos 1 suspeito e ele é denunciado pelo Ministério Público até o fim do ano seguinte ao crime. Mas existem exemplos de eficiência. O Fantástico acompanhou o trabalho da polícia do Distrito Federal, onde 92% dos casos de homicídios são esclarecidos em um prazo de até 2 anos. O tamanho da população em relação aos outros estados e a pequena quantidade de crimes também ajudam a explicar o índice tão alto de solução, diferente do que se vê no restante do país. Levantamento inédito: sete em cada dez homicídios no Brasil ficam sem solução Pandemia avança no país O Brasil registra 141.776 mortes e 4.731.915 casos confirmados de Covid-19, aponta balanço do consórcio de veículos de imprensa. A média móvel de novos óbitos nos últimos 7 dias foi de 697, uma variação de -5% em relação aos dados registrados em 14 dias. MÉDIA MÓVEL: veja como estão os casos e mortes no seu estado Bastidores da Coronavac O Fantástico entrou na fábrica de vacinas da Sinovac, na China, e obteve, com exclusividade na televisão brasileira, imagens da produtora de uma das principais apostas do Brasil contra a Covid-19, a Coronavac. Principal executivo da empresa, Weidong Yin acompanhou a visita e afirmou que não sabe dizer quanto da produção da vacina experimental ficará na China e quanto será exportado. "Mas vamos nos esforçar ao máximo para atender os países onde estamos fazendo testes clínicos", completou. Assista à reportagem em vídeo: Exclusivo: Fantástico entra na fábrica da Coronavac, na China; Veja imagens Oportunidade de emprego Pelo menos 100 concursos públicos estão com inscrições abertas no país, reunindo mais de 7 mil vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Na prefeitura de Piranga, em Minas Gerais, o salário chega a R$ 16,8 mil. Veja aqui a lista completa de concursos Auxílio emergencial A Caixa Econômica Federal paga hoje mais uma parcela de R$ 300 do Auxílio Emergencial para 9,4 milhões de pessoas. Confira aqui quem recebe o pagamento nesta segunda. Brasileirão Após polêmicas e batalha nos bastidores, Palmeiras e Flamengo se enfrentaram em São Paulo e ficaram no empate em 1 x 1. A partida, que quase não aconteceu por conta do surto de Covid-19 no elenco do clube carioca, só foi confirmada 10 minutos antes do horário previsto para seu início. A equipe alviverde é a única invicta na competição, mas acumula 7 empates até aqui em 11 jogos e continua na 4ª colocação, com 19 pontos. O Flamengo aparece em 6°, com 18 pontos. O Atlético-MG, que venceu o Grêmio em casa no sábado, lidera, com 24 pontos. Veja a classificação, jogos e artilheiros do Brasileirão Gols do Fantástico: Flamengo e Palmeiras ficam no empate em jogo com disputa judicial

Em junho de 2019, o Supremo equiparou comportamentos homofóbicos e transfóbicos ao crime de racismo. Esperava-se que a decisão da mais alta corte do país alterasse o quadro de preconceito e violência, mas, na prática, pouca coisa mudou. Você pode ouvir O Assunto no G1, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga O Assunto, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar. Em junho do ano passado, o Supremo equiparou comportamentos homofóbicos e transfóbicos ao crime de racismo. Esperava-se que a decisão da mais alta corte do país alterasse o quadro de preconceito e violência, ou, no mínimo, que fizesse crescer de forma significativa o número de denúncias. Mas o repórter Fabio Turci, um dos convidados deste episódio, mostra que, na prática, pouca coisa mudou. E o mau exemplo às vezes vem das autoridades, como demonstrou na semana passada o ministro da Educação Milton Ribeiro - que, em entrevista, definiu o “homossexualismo” (sic) como “opção” e fruto de “famílias desajustadas”. O episódio traz ainda depoimento de Felipe Alves, 26, alvo de homofobia no próprio condomínio onde vive, e entrevista com Symmy Larrat, presidente da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT). Symmy explica as dificuldades para fazer valer direitos estabelecidos, o despreparo das instituições para lidar com o problema e o que de mais urgente precisa ser feito. O que você precisa saber: Ministro da Educação diz que gays vêm de 'famílias desajustadas' e que acesso à internet não é responsabilidade do MEC Grupos de defesa dos direitos de pessoas LGBT e entidades criticam declarações do ministro da Educação Covid-19: índice revela que pessoas LGBT+ são mais vulneráveis aos impactos do isolamento social Sigla LGBTQIA+ evoluiu junto ao movimento para gerar inclusão e incentivar o respeito Negros são alvo de metade dos registros de violência contra população LGBT no Brasil, diz pesquisa O podcast O Assunto é produzido por: Isabel Seta, Gessyca Rocha, Luiz Felipe Silva, Thiago Kaczuroski, Giovanni Reginato, Mônica Mariotti e Renata Bitar. Apresentação: Renata Lo Prete Comunicação/Globo O que são podcasts? Um podcast é como se fosse um programa de rádio, mas não é: em vez de ter uma hora certa para ir ao ar, pode ser ouvido quando e onde a gente quiser. E em vez de sintonizar numa estação de rádio, a gente acha na internet. De graça. Dá para escutar num site, numa plataforma de música ou num aplicativo só de podcast no celular, para ir ouvindo quando a gente preferir: no trânsito, lavando louça, na praia, na academia... Os podcasts podem ser temáticos, contar uma história única, trazer debates ou simplesmente conversas sobre os mais diversos assuntos. É possível ouvir episódios avulsos ou assinar um podcast – de graça - e, assim, ser avisado sempre que um novo episódio for publicado.

Capa de 'Estrela decadente', álbum em Thiago Pethit apresentou a música 'Perto do fim' Gianfranco Briceño ♪ MÚSICAS PARA DESCOBRIR EM CASA – Perto do fim (Thiago Pethit, 2012) com Thiago Pethit e Mallu Magalhães ♪ Ator que começou a se apresentar como cantor e compositor em 2008, ano em que lançou o EP Em outro lugar, o paulistano Thiago Pethit construiu obra autoral que se revelou especialmente relevante a partir do segundo álbum do artista, Estrela decadente. Álbum ambientado em clima de cabaré-rock, Estrela decadente promoveu a ascensão de Pethit ao posto de um dos artistas mais talentosos e mais originais do universo pop nos anos 2010. Entre as nove músicas desse disco embebido em dor, havia Perto do fim, balada melancólica que soou como mais uma escala da viagem do primeiro álbum do cantor, Berlim, Texas (2010), disco entranhado na trilha folk. Perto do fim é canção bilíngue que alterna versos em inglês e em português na gravação feita por Pethit com Mallu Magalhães. Produtor do álbum Estrela decadente, Alexandre Kassin entrou no clima underground da canção ao dar forma à gravação pontuada por guitarra, baixo, bateria e piano tocados pelo próprio Kassin. O percussionista Stéphane San Juan foi o único músico arregimentado por Kassin para a faixa. Perto do fim é música linda de doer! Uma canção sobre partir, sobre a finitude de amor pelo qual nada mais resta a fazer. Música de atmosfera indie, Perto do fim exala ar meio marginal que seria respirado por Pethit com maior intensidade no libidinoso álbum posterior do artista, Rock'n'roll sugar darling (2014), ao qual se seguiu em 2019 o majestoso e sinfônico Mal dos trópicos (Queda e ascensão de Orfeu da Consolação). ♪ Ficha técnica da Música para descobrir em casa 36 : Título: Perto do fim Compositor: Thiago Pethit Intérprete original: Thiago Pethit e Mallu Magalhães Álbum da gravação original: Estrela decadente Ano da gravação original: 2012 Regravações que merecem menções: a música Perto do fim nunca foi regravada. ♪ Eis a letra da música Perto do fim : “We've been in hotel rooms before. I know much more than you can think of We know that I'm no good for you, But as you said you ain't good too. Until you start your random talk I know by far that you should walk on Well you should fly away from me Just like planes do over the sea Se a vida parece esquecer, O que rimou 'eu com você' Não resta muito a fazer Ou insistir, sem ter por quê Antes de o dia terminar Eu sei que há tanta coisa pra contar Mas é melhor fugir de mim. Sem mais, sem dor, perto do fim I've been in hotel rooms before And all you can say, eu sei de cor Como num voo sobre o mar Sempre partir, nunca ficar Se o mundo parece esquecer, O que rimou 'eu com você' É bem melhor você sumir Just like planes do over the sea”

Para beneficiários fora do Bolsa Família, saques e transferências dessas parcelas serão liberados no final de outubro. Trabalhadores do bolsa recebem parcelas de R$ 300. A Caixa Econômica Federal (CEF) paga nesta segunda-feira (28) mais uma parcela do Auxílio Emergencial a 9,4 milhões de trabalhadores. Neste grupo, estão 1,6 milhão de trabalhadores que fazem parte do Bolsa Família, cujo número do NIS é terminado em 8. Também fazem parte 7,8 milhões de trabalhadores que estão no Cadastro Único e aqueles inscritos por meio de aplicativo, site ou pelos Correios, aniversariantes em outubro e novembro. Veja o calendário completo de pagamentos do Auxílio Emergencial Veja como serão os pagamentos de R$ 300 e tire dúvidas Saiba como liberar a conta bloqueada no aplicativo Caixa Tem Tira dúvidas sobre o Auxílio Emergencial SAIBA TUDO SOBRE O AUXÍLIO EMERGENCIAL Para o público do Bolsa Família, a parcela paga já é a primeira referente ao Auxílio Emergencial Residual, de R$ 300. Os pagamentos para esse grupo são feitos da mesma forma que o Bolsa. Para os demais, seguem os pagamentos de R$ 600, e a ajuda será creditada em conta poupança social digital da Caixa, que poderá ser usada inicialmente para pagamento de contas e compras por meio do cartão virtual. Saques e transferências para quem receber o crédito nesta segunda serão liberados em datas diferentes: a partir de 20 de outubro para os aniversariantes em outubro, e de 22 de outubro para os aniversariantes em novembro (veja nos calendários mais abaixo). VEJA QUEM RECEBE NESTA SEGUNDA-FEIRA: 1,6 milhão de trabalhadores do Bolsa Família aprovados no programa, cujo número do NIS termina em 8 7,8 milhões de trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app, nascidos em outubro e novembro, recebem a próxima parcela: - aprovados no primeiro lote recebem a quinta parcela; - aprovados no segundo lote recebem a quarta parcela; - aprovados no terceiro e quarto lotes recebem a terceira; - aprovados no quinto e sexto lotes recebem a segunda; - aprovados no sétimo lote recebem a primeira parcela; - aprovados no primeiro lote, mas que tiveram o benefício suspenso, recebem a quinta parcela; - aprovados em outros lotes, que receberam a primeira parcela em meses anteriores mas tiveram o pagamento reavaliado em agosto, recebem todas as parcelas restantes, até a quinta. Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br. Calendários de pagamento Veja abaixo os calendários de pagamento. BENEFICIÁRIOS DO BOLSA FAMÍLIA Auxílio Emergencial - Beneficiários do Bolsa Família Economia G1 BENEFICIÁRIOS FORA DO BOLSA FAMÍLIA Clique aqui para ver o calendário completo dos pagamentos Auxílio emergencial: veja as mudanças em 1 minuto VÍDEOS: as últimas notícias sobre o Auxílio Emergencial
Mesmo com 19 jogadores do Fla com Covid e risco de transmissão alto, partida não foi adiada e começou com atraso. Veja os gols da rodada deste domingo (27). Gols do Fantástico: Flamengo e Palmeiras ficam no empate em jogo com disputa judicial O Flamengo passou oito dias no Equador para fazer dois jogos pela Libertadores. Voltou com 19 jogadores contaminados com Covid. Além de membros da diretoria e o técnico Domènec Torrent. O time queria adiar o jogo contra o Palmeiras. Dizia que havia um risco de transmitir o vírus. A CBF negou o pedido. A Justiça desportiva também. Aí, o Sindicato dos Funcionários de Clubes do Rio entrou com uma ação na Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro. E conseguiu adiar a partida. Isso até dez minutos antes do jogo. Quando a CBF conseguiu uma decisão no Tribunal Superior do Trabalho autorizando a bola rolar. Palmeiras e Flamengo, em São Paulo, começou atrasado 20 minutos e terminou em empate: 1 a 1. Veja os gols da rodada deste domingo (27) e a classificação no vídeo acima. Ouça o podcast do Fantástico
Cremesp decidiu afastar temporariamente o nutrólogo Abib Maldaun Neto. Com a divulgação do caso pelo Fantástico no domingo (20), novas denúncias foram feitas e o MP abriu uma investigação. Mais de 20 pacientes denunciam médico renomado de SP por abuso sexual durante consulta Conselho Regional de Medicina de São Paulo decidiu afastar temporariamente o nutrólogo Abib Maldaun Neto. No domingo (20), a GloboNews e o Fantástico contaram a história de pacientes que acusam o médico de cometer abusos sexuais durante a consulta. Com a divulgação do caso, vieram novas denúncias e o Ministério Público abriu uma investigação. A primeira denúncia havia sido registrada em 2012, porém nada foi feito e ela foi arquivada e só reaberta dois anos depois, quando uma outra vítima denunciou o médico ao CRM e à Justiça. Essas vítimas questionam: quantos casos poderiam ter sido evitados se a primeira mulher a reclamar fosse ouvida? Confira a reportagem no vídeo acima. Ouça o podcast Isso é Fantástico:
O que causa a segunda onda de infecção pelo coronavírus na Europa? Doutor Drauzio Varella mostra se esse risco também existe no Brasil. Covid dispara em países que já tinham controlado a doença O aumento na transmissão do coronavírus está assustando os europeus. França, Espanha e Reino Unido registraram nos últimos dez dias as maiores taxas diárias de contágio desde o início da pandemia. Para conter essa segunda onda da doença, autoridades europeias estão voltando com restrições para a população. O doutor Drauzio Varella mostra se esse risco também existe no Brasil. Confira na reportagem acima. Ouça o podcast Isso é Fantástico:

Segundo o Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos de Belo Horizonte (Sindibel), Márcia Aparecida Aquino de Oliveira, de 57 anos, foi a primeira agente de saúde vítima de coronavírus em BH. Segundo Sindibel, Márcia Aparecida Aquino de Oliveira, de 57 anos, é a primeira agente comunitária de saúde vítima de Covid-19, em BH Redes Sociais Segundo o Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos de Belo Horizonte (Sindibel) a agente comunitária de saúde, Márcia Aparecida Aquino de Oliveira, de 57 anos, morreu vítima de Covid-19, na tarde deste domingo (27). Sindicato informou que ela foi a primeira agente comunitária a morrer por coronavírus em Belo Horizonte. Márcia trabalhava no centro de saúde Dom Joaquim, que fica na Região Nordeste da capital. A servidora estava internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital da Unimed desde o dia 23 de setembro. Segundo os colegas, a vítima era muito querida e atuante no local onde trabalhava e também integrava a comissão local de Saúde. Ela deixa três filhos. De acordo com o último boletim epidemiológico da Prefeitura de Belo Horizonte, publicado na última sexta-feira (25), 84 agentes comunitários de saúde tiveram testagem positiva para Covid-19. É a segunda categoria de profissionais que atuam na linha de frente no combate ao coronavírus que mais registra confirmações da doença, atrás apenas dos técnicos de enfermagem. A Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte emitiu uma nota lamentando a morte da agente comunitária: "A Secretaria Municipal de Saúde, em nome do secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto, manifesta o mais profundo sentimento de pesar pelo falecimento de Márcia Aparecida Aquino de Oliveira, Agente Comunitária de Saúde (ACS) do Centro de Saúde Dom Joaquim, na regional Nordeste. Seu empenho e dedicação serão sempre lembrados por todos os amigos e colegas. Aos familiares, amigos e colegas de trabalho, externamos nossos votos de paz e solidariedade", informou a nota. G1 perguntou à prefeitura sobre o motivo da morte de Márcia, mas não obteve retorno até o fechamento desta reportagem.
Clientes bateram-boca na noite de sexta-feira (25) no bairro dos Jardins. 'Você está falando com alguém que tem berço', diz homem para médico em restaurante de SP Clientes de um restaurante nos Jardins, bairro nobre de São Paulo, protagonizaram um bate-boca na noite de sexta-feira (25) que viralizou nas redes sociais. Vídeo divulgado pelo colunista Leo Dias mostra um homem exaltado no restaurante Gero. De acordo com o colunista, a confusão teria começado porque Carlos Iglesias chegou ao local pouco antes de o estabelecimento fechar e foi informado por um funcionário que não poderia ser atendido. De acordo com as regras estipuladas pelo governo estadual na quarentena por coronavírus, restaurantes só podem funcionar até as 22h. Enquanto Iglesias discute com os funcionários, outros clientes gritam em coro para que ele vá embora. Do lado de fora, outro vídeo mostra a continuação da discussão. Sem máscara, ele diz que é médico e grita: "Ele me chutou, moleque." Outras pessoas repetem: "CRM! CRM!", referindo-se ao registro profissional exigido para médicos. Ele diz então que vai registrar boletim de ocorrência contra os outros clientes. Um rapaz tenta intervir dizendo ser parente de um delegado, mas Iglesias avisa que já ligou para outro delegado. Os dois começam então uma troca de intimidações. "Você está falando com alguém que tem berço", diz o rapaz. "E eu não tenho?", questiona o médico. Uma mulher responde: "Não tem, não tem berço nenhum. No dia seguinte, o médico publicou em suas redes sociais um recado para os outros envolvidos na confusão. "Para os playboys do Gero embriagados, que não têm educação. Por onde piso, piso com educação. Aqui teve educação, educação americana, educação europeia", afirma. Ao Fantástico, Carlos Iglesias afirmou que chegou ao restaurante às 21h e ficou esperando amigos que chegaram 50 minutos depois. "O restaurante estava lotado, mais de cento e poucas pessoas, e o 'maitre' disse: ' não vamos serví-los'. Na sequência vira uma loira que estava ao lado e diz: 'vá embora, eu sou a dona do restaurante'. " O Fantástico também procurou a direção do Gero para ouvir a versão do restaurante, mas ninguém quis comentar o episódio.
As agressões ocorreram em uma das ruas mais movimentadas do Leblon, na Zona Sul do Rio. Uma confusão entre duas mulheres de biquíni, que estavam em um carro conversível, e uma frequentadora de um bar no Leblon, na Zona Sul do Rio, viralizou nas redes sociais no fim de semana. 'Você está falando com alguém que tem berço', diz homem para médico em restaurante de SP As cenas foram gravadas na rua Dias Ferreira, uma das mais movimentada do bairro. As duas banhistas, sem máscaras, foram filmadas dançando num carro conversível sem capota. A arquiteta Aline Araújo, que estava em um restaurante próximo, incomodada, jogou duas garrafas d'água em cima de uma delas, Sheila Mack. Sheila, então, sai do carro e vai até Aline, desferindo tapas. As duas se agridem, e Sheila volta ao carro. As imagens mostram ainda que um homem, que seria namorado de Aline, vai até o carro onde está Sheila, e arranca a parte de cima do biquíni dela, que sobe de novo no veículo e deixa o local. Nas redes sociais, Aline e Sheila deram suas versões sobre o que aconteceu. Aline disse que ficou incomodada com a situação: “Se eu soubesse que as oito horas da noite estava acontecendo filme pornô ao ar livre, eu teria ficado na minha casa obviamente com as crianças, mas acontecendo isso eu fiquei incomodada e realmente eu joguei água na mulher para que ela parasse com aquele fogo que ela estava”, contou Aline. Sheila rebateu, afirmando que foi provocada e teve como reação pular do carro onde estava. "Estávamos curtindo nossa vibe (sic), nossa onda, tínhamos bebido, capota aberta, carro conversível. Escutei uma garota gritando vagabunda... Cara de debochada, me mandou um beijo. Não satisfeita, ela ataca uma garrafa de água ...minha reação foi pular do carro. Pulei porque fiquei com muita raiva. Ela fez assim: ‘Vem’. Apanhei, revidei. ", relatou. Segundo especialistas, os nervos estão à flor da pele e afetando o comportamento das pessoas. "Tem o fator da pandemia, da polarização politica, tem o fator das redes sociais. Você fica com os nervos à flor da pele e você quer afirmar superioridade social. Pronto. Não é um problema brasileiro só. É um problema mundial, disse o psicanalista Francisco Daudt da Veiga. Initial plugin text
Confusão na noite carioca e bate-boca em restaurante fino na capital paulista. O que essas duas brigas revelam sobre o comportamento de parte da população? 'Você está falando com alguém que tem berço', diz homem para médico em restaurante de SP Final de semana de confusão nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo. Na capital carioca, a arquiteta Aline Araújo estava em um restaurante no Leblon, na Zona Sul, e se incomodou com duas mulheres de biquini sentadas em cima de um carro conversível. Ela jogou uma garrafa d'água na direção de Sheila Mack, que estava no carro. Sheila desceu do veículo e foi dar um tapa em Aline. Cenas de enfrentamento também aconteceram em São Paulo. O barraco foi em área nobre, no Jardins, na Zona Sul da capital paulista. um vídeo divulgado pelo colunista Leo Dias mostra o restaurante Gero na sexta (25) lotado quando um cliente se exalta. Especialistas afirmam que essa mistura de emoções está afetando pessoas não apenas em grandes cidades brasileiras, mas também em diferentes países. Confira a reportagem no vídeo acima. Ouça o podcast Isso é Fantástico:
Publicação foi feita no sábado (26) no perfil em rede social da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República. SECOM divulga informação incorreta sobre queimadas em 2020 A Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) publicou informações incorretas sobre as queimadas registradas no país em 2020. A mensagem foi postada no sábado (26), no perfil da pasta em uma rede social: “Mesmo com os focos de incêndio que acometem o pantanal e outros biomas brasileiros, a área queimada em todo o território nacional é a menor dos últimos 18 anos. Dados do 'instituto nacional de pesquisas espaciais, o Inpe,' revelam que 2007 foi o ano em que o brasil mais sofreu com as queimadas.” A mensagem foi compartilhada pelo perfil oficial do Ministério do Meio Ambiente e dois ministros postaram a imagem do gráfico com os dados do Inpe: Ricardo Salles (Meio Ambiente) e Fábio Faria (Comunicações), a quem a Secretaria de Comunicação é subordinada. Porém, a mensagem publicada pela Secom desconsidera uma observação que a própria imagem postada traz: os números de 2020 se referem aos oito primeiros meses do ano – janeiro a agosto, enquanto os dados dos outros anos consideram os doze meses. Os números usados são do Inpe, órgão do governo que monitora as queimadas no Brasil, e mostram que, até agosto deste ano, a área total de queimadas é de 121.318 quilômetros quadrados – menor que os outros dados da postagem da Secom. Mas se considerarmos o mesmo período em anos anteriores – de janeiro a agosto – os números mudam bastante e mostram que, em 2020, o Brasil teve uma área queimada maior que em 2008, 2009, 2011, 2013, 2014, 2015, 2017 e 2018. O Inpe afirma que a mensagem da Secretaria de Comunicação do governo não condiz com a forma correta de comparar os dados de cada ano. O certo, segundo o órgão, é considerar períodos iguais, até porque há meses em que, naturalmente, há mais queimadas do que em outros. O coordenador do programa de queimadas do Inpe, Alberto Setzer, considera grave uma interpretação parcial dos dados. "Essa é uma falha muito óbvia, muito clara, na interpretação dos nossos dados. Não é correto você comparar o período de 8 meses, que é o que consta no nosso site na internet com os dados de outros anos relativos a 12 meses, levando em consideração que setembro, e mesmo outubro, são meses de muita incidência de fogo na região. Ou seja, a maior parte das queimadas ocorre nessa fase, como nós estamos acompanhando, e eliminar esses dados dos cálculos, não sei, é muito estranho, pra não usar uma palavra mais ofensiva. Organizações ambientais também criticaram a postagem do governo. O porta-voz do Greenpeace no Brasil, Rômulo Batista, afirma que, infelizmente, esse tipo de publicação não é uma surpresa vindo do atual governo. "A gente tem que lembrar que, primeiramente, ele tentou desqualificar os dados do Inpe. Mas, como esses dados são públicos e acessíveis pro escrutínio de qualquer pessoa, ele agora manipula os dados, tentando esconder a verdade: que o Pantanal, a Amazônia, o próprio Cerrado, enfim, o Brasil todo está em chamas", disse. O secretário-executivo do Observatório do Clima, Marcio Astrini, afirma que o desmatamento está descontrolado no país e o governo tenta esconder os números e produzir informações irreais. "Se o governo pegasse metade da energia que ele usa pra produzir dados falsos e colocasse esse esforço pra combater o desmatamento na Amazônia e as queimadas no Pantanal, talvez a gente já tivesse boa parte do problema resolvido. Nesse momento, nós temos as queimadas 200% maiores no Pantanal, e na Amazônia esse número é 12% maior. Portanto, não existe redução. O que tá acontecendo é que o Brasil tá sendo consumido pelas chamas". Veja abaixo os vídeos mais recentes sobre os incêndios no Pantanal
Duas famílias acusam um colégio do Rio de preconceito. Com um dos alunos, os professores se recusavam a chamá-lo pelo nome social. Com o outro, um documento enviado ao Conselho Tutelar chamava o discente de "afeminado". Homofobia e transfobia: pais acusam colégio do Rio de Janeiro de discriminar alunos O Fantástico mostra a história de duas famílias que acusam de preconceito uma escola particular do Rio de Janeiro. Um aluno é trans e quando se assumiu, a escola passou a chamar os alunos na chamada por números e não mais por nome. Depois de um período, alguns professores começaram a chamar o aluno pelo nome de batismo. Em outro caso, um aluno foi chamado de "afeminado" até em um documento enviado ao Conselho Tutelar. Confira a reportagem no vídeo acima. Ouça o podcast Isso é Fantástico:

Usuários desrespeitaram as medidas sanitárias exigidas por lei nas feiras da Parangaba, Messejana e Polo da Sargento Hermínio. Agefis explicou que vai reforçar ações educativas com a população. Muitos frequentadores não usavam máscaras em feiras da capital Eronildo Brito A máscara de proteção facial continua item obrigatório no Ceará. No entanto, a realidade em feiras livres de Fortaleza é o desrespeito às medidas sanitárias. Durante a manhã e início da tarde do domingo (27), o G1 registrou várias pessoas sem máscara em locais da capital: Polo da Sargento Hermínio, Parangaba e Messejana. Na feira da Sargento Hermínio, localizada no bairro Monte Castelo, idosos e crianças circulavam pelo local sem proteção. Na Parangaba, a tradicional “Feira dos Pássaros” teve grupos em família que passeavam sem qualquer cuidado. Os compradores só colocavam a máscara quando descobriam que estavam sendo filmados. Além da ausência do álcool em gel (de uso obrigatório), o espaço exigido entre cada barraca não era respeitado. As feiras devem seguir as normas sanitárias e manter a distância mínima de 2 metros entre cada barraca. Por volta das 13h, o comércio popular na Messejana já mostrava uma circulação de pessoas bem menor do que o da Parangaba. No entanto, o mesmo roteiro de descaso. Pessoas de diferentes faixas etárias não usavam máscara. Enquanto a equipe da reportagem esteve nas três feiras, nenhum tipo de fiscalização foi percebida. Fiscalização O trabalho de monitorar o cumprimento das medidas sanitárias é da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis). Em nota, a gestão aponta que realiza a distribuição de kits com máscaras de tecido e panfletos educativos, e disponibilizando álcool gel 70%. A Agefis explicou que esteve no domingo na feira da Parangaba. Ninguém foi autuado. A agência ainda afirmou que providencia um plano de fiscalização próprio às feiras. A ideia é reforçar, em parceria com a Secretaria Municipal da Gestão Regional (Seger), ações educativas de cumprimento das medidas sanitárias de prevenção à Covid-19. "A Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) atua nas feiras livres da cidade rotineiramente, verificando se os feirantes presentes possuem a permissão municipal concedida pelas Secretarias Regionais e se cumprem as determinações relacionadas à ocupação do espaço público. Em todas as ações de fiscalização, os agentes da Agefis também monitoram o cumprimento das medidas sanitárias de prevenção à covid-19. Nas feiras livres, a Agefis realiza o trabalho orientativo, com distribuição de kits com máscaras de tecido e panfletos educativos, e disponibilizando álcool gel 70%". O órgão também informou que neste domingo esteve na feira da Parangaba. "Ao longo desta semana, foram realizadas ações educativas também na rua José Avelino e entorno; Avenida Beira-Mar: calçadão, faixa de areia e feirinha; e feiras de rua da Praia do Futuro e Cidade 2000", acrescenta. A população pode denunciar situações de descumprimento das medidas sanitárias de enfrentamento à Covid-19 por meio do telefone 190.
Os advogados de Rose Miriam, mãe dos filhos dele, garantem que conseguiram, nos EUA, um documento que comprova que Rose e o apresentador eram companheiros. Caso Gugu: novo documento põe fogo na disputa pela herança milionária do apresentador O sonho de uma vida nos Estados Unidos. Um lugar longe dos holofotes para os três filhos adolescentes estudarem, sem preocupações. Esse era o plano de Gugu Liberato até a sua morte, em novembro de 2019, num acidente dentro de casa, em Orlando, na Flórida. Os filhos de Gugu se mudaram com a mãe, Rose Miriam, para lá em julho de 2015. Em 2016 Rose Miriam entrou com pedido de Green Card - o visto de residência permanente - para ela e os filhos. Existem várias maneiras de se obter o Green Card. Uma delas é investir uma quantia nos Estados Unidos. Pelas regras de 2016, essa quantia era de US$ 500 mil. Uma das exigências do governo americano é comprovar a procedência do dinheiro. Gugu fez uma doação nesse valor para Rose, tudo documentado. E é aí que começa o novo capítulo dessa história. Caso Gugu: entenda novo elemento na disputa pela herança e relembre principais momentos No processo para o pedido de Green Card está uma declaração de Gugu às autoridades de imigração americanas. O documento, em inglês, passou por uma tradução juramentada, registrada em cartório, a pedido da defesa de Rose. A declaração foi assinada por Augusto Liberato. E nela Gugu diz que tinha uma fortuna de mais de R$ 200 milhões. E a tradução segue dizendo: "tenho uma companheira de muitos anos, rose Mirian Souza Di Matteo, que é mãe de nossos três filhos: João, Marina e Sofia". O texto diz também: “presenteei US$ 555 mil da minha conta para uso pessoal da minha companheira”. No fim ele diz: “declaro que o que acima exposto é verdadeiro e correto, tanto quanto é do meu conhecimento, sob pena de perjúrio”. Essa semana, a defesa de Rose Mirian, apresentou a tradução do documento à Justiça brasileira que analisa o processo de reconhecimento de união estável movido por Rose. O Fantástico acompanha a história desde o início. O que está em jogo é a fortuna deixada por Gugu. Depois da morte do apresentador, a família se reuniu para a leitura do testamento. Nele, Gugu dividiu sua fortuna assim: 75% para os três filhos e o restante para os cinco sobrinhos. Rose Miriam não é citada no testamento. Desde então, ela luta na Justiça para provar que tinha uma união estável com Gugu, o que daria direito a ela à metade do patrimônio que ele construiu enquanto estiveram juntos. Veja a reportagem na íntegra no vídeo acima. Ouça o podcast do Fantástico
Vídeo mostra muitas pessoas sem máscaras de proteção contra o coronavírus. Região da Avenida Paulista tem aglomeração neste domingo (27) Várias pessoas se aglomeraram na noite deste domingo (27) na Rua Peixoto Gomide, região da Avenida Paulista, no Centro de São Paulo. Vídeo mostra que, além de não respeitarem o isolamento social, muitos estavam sem máscaras de proteção contra o coronavírus. (Assista acima) As imagens foram registradas pela reportagem da GloboNews, que não encontrou equipes de fiscalização no local. Cidade de São Paulo bate recorde de calor do ano neste domingo Primeiro domingo da primavera tem aglomeração em praias e parques pelo Brasil O estado e a cidade de São Paulo continuam em quarentena por conta da pandemia. O uso da máscara é obrigatório e os estabelecimentos comerciais autorizados a funcionar devem cumprir normas para evitar aglomerações. Neste domingo (27), o estado registrou média móvel diária de 165 mortes por coronavírus, e a pandemia continua em estabilidade segundo critério de especialistas. A marca de 35 mil mortes pela Covid-19 foi ultrapassada no estado no sábado.
Levantamento do Instituto Sou da Paz mostra que 70% dos casos de assassinato não são punidos no Brasil, mas existem lugares que a situação é bem diferente. Equipe do Fantástico acompanhou o trabalho da polícia que resolve nove em cada dez casos de homicídio. Levantamento inédito: sete em cada dez homicídios no Brasil ficam sem solução Se a investigação de um assassinato é falha - ou nem começa - a Justiça não é feita. Um levantamento inédito revela que, em 11 estados, 70% dos homicídios não são solucionados e os culpados seguem impunes. Mas existem exemplos de eficiência: o Fantástico acompanhou o trabalho da polícia que resolve nove em cada dez casos de homicídio. No Distrito Federal, 92% dos casos de homicídios são esclarecidos em um prazo de até dois anos. O tamanho da população em relação aos outros estados e a pequena quantidade de crimes também ajudam a explicar o índice tão alto de solução, muito diferente do que se vê no restante do país. Confira a reportagem no vídeo acima. Ouça o podcast Isso é Fantástico:

Segundo bombeiros, as três vítimas, uma delas em estado grave, foram encaminhadas para o Hospital Municipal de Contagem. Três pessoas ficam feriadas depois de capotamento na Via Expressa, no bairro Califórnia, em BH Corpo de Bombeiros Três pessoas ficaram feridas depois que o carro em que elas estavam capotou, na Via Expressa, altura do bairro Califórnia, na Região Noroeste de Belo Horizonte, na noite deste domingo (27). Segundo o Corpo de Bombeiros, testemunhas disseram que o veículo estava em alta velocidade e que o motorista teria perdido o controle da direção, antes do capotamento. Três pessoas feridas depois que carro capotou na Via Expressa, no bairro Califórnia, em BH Corpo de Bombeiros Quatro viaturas dos bombeiros participaram do atendimento às vítimas no local. Uma delas, ficou em estado grave, com fraturas expostas na perna. Polícia Militar e ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também estiveram no local. As três vítimas foram encaminhadas para o Hospital Municipal de Contagem.
Titã, uma das 82 luas de Saturno, pode ser a esperança dos terráqueos quando o Sol engolir a vida na Terra - em 4 ou 5 bilhões de anos. Mistério dos Planetas: lua de Saturno pode ser 'plano B' para terráqueos Não tem jeito: se os seres humanos não acabarem com a Terra, o Sol vai, um dia... em 4 ou 5 bilhões de anos. Nesse futuro muito distante, o Sol, que tem quase 110 vezes o diâmetro da Terra, ficará centenas de vezes maior. Esse aumento vai mudar o clima da Terra que a gente conhece, com tempestades cada vez mais severas e secas cada vez mais devastadoras. Mas não seremos os primeiros. Como Mercúrio é o planeta mais perto do Sol, ele está na frente da fila fatal. Em seguida, Vênus. Segundo alguns estudos, pode até ser que Marte e a Terra escapem... mas a vida na Terra não vai escapar. Titã, uma das 82 luas de Saturno, pode ser a esperança dos terráqueos. Ela se parece com a Terra, por ter uma atmosfera composta principalmente por nitrogênio, como a nossa, e pelo movimento dos líquidos pela superfície do satélite. Na reportagem em vídeo, você entende melhor a teoria e descobre porque Titã pode ser um bom plano B. Ouça nosso podcast:
De sábado (26) para domingo (27) surgiram três grandes focos de incêndio em outras regiões do Pantanal. São cinco frentes de combate. Bombeiros precisaram de reforços. Cidade bloqueada: Corumbá fica interditado por causa das queimadas no Pantanal O fim de semana foi de medo para quem teve que viajar pela BR-262 e olhar pela janela vendo o Pantanal em chamas. Em uma única estrada, quatro pontes de madeira viraram cinzas deixando fazendas isoladas. Com o surgimento de três grandes focos de incêndio em outras regiões do Pantanal neste final de semana, os bombeiros aumentaram em 30% o efetivo, retirando aqueles que estavam de sobreaviso e também pediram reforços de Santa Catarina e do Distrito Federal. O principal acesso de Corumbá, que é pela BR-262, ficou interditado boa parte do domingo por causa da fumaça das queimadas do Pantanal e um acidente. Confira a reportagem no vídeo acima. Ouça o podcast Isso é Fantástico:
O cantor conversou com o Fantástico sobre o novo álbum gospel, um pedido da mãe, Dona Helena, feito há 20 anos. Mas afirma: não vai deixar de continuar cantando com o irmão Zezé. 'Tirei a fase da pandemia para realizar um sonho', conta Luciano sobre projeto gospel Em nome do pai, os irmãos Mirosmar e Welson começaram a cantar. E se tornaram a dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano. Essa história todo já mundo conhece. Virou até filme, um dos mais vistos do cinema nacional. Agora, a saga continua protagonizada por um dos filhos de Dona Helena. É o desejo dela que Welson, ou melhor, Luciano, acaba de realizar. “Eu tirei essa fase da pandemia para realizar um sonho. O sonho é fazer esse projeto que é cantar louvores”, conta o cantor em conversa com o Fantástico. Veja a entrevista na íntegra no vídeo acima. Ouça o podcast do Fantástico

Evacuação transcorreu sem maiores problemas. Califórnia vive temporada severa de incêndios florestais. Região vinícola da Califórnia sofre com incêndio neste domingo (27) Noah Berger/AP Photo Um hospital e centenas de casas no Vale de Napa, no norte da Califórnia, precisaram ser esvaziados neste domingo (27) por causa de um incêndio florestal intensificado por ventos fortes e quentes. Mais de 404 hectares foram queimados. Vinícolas da região, uma das principais produtoras de vinho dos Estados Unidos e do mundo, também sofreram com o fogo. Bombeiros passaram o dia tentando conter as chamas do local, a cerca de 120 quilômetros de San Francisco. Aeronave joga produto para apagar incêndio no Glass Park, na Califórnia, neste domingo (27) Adrees Latif/Reuters O incêndio começou momentos antes do amanhecer perto da cidade de Calistoga até chegar ao Hospital Adventista de Saúde St. Helena. Todos os 55 pacientes precisaram deixar a unidade. Bombeiro resgata morador de St, Helena, na Califórnia, durante incêndio neste domingo (27) Stephen Lam/Reuters A evacuação transcorreu com segurança, com ambulâncias e helicópteros, durante cinco horas. É a segunda vez que o hospital, com 151 leitos, precisou ser esvaziado por causa de incêndios florestais. Além disso, por volta de 600 residências foram colocadas sob ordem de evacuação na região. As medidas afetam cerca de 5 mil pessoas, segundo o Departamento de Floresta e Proteção contra o Fogo da Califórnia (CalFire). PLAYLIST: Notícias internacionais

De acordo com a polícia, a tentativa de incendiar o ônibus da linha 5503A não tem relação com outros ataques a ônibus que teriam sido ordenados de dentro de presídios. Policia Militar prende dois homens suspeitos de tentar incendiar um ônibus no bairro Goiana, em BH Magno Dantas/ TV Globo Cinco homens foram presos após tentativa de incêndio a um ônibus da linha 5503A, no bairro Goiânia, na Região Nordeste de Belo Horizonte, no início da noite deste domingo (27). Segundo a Polícia Militar, os suspeitos entraram no coletivo, um deles segurando um pedaço de madeira e um galão com líquido inflamável e pediram para que os passageiros descessem do veículo. Os suspeitos teriam quebrado o painel do coletivo, jogaram o líquido inflamável e atearam fogo. Os próprios passageiros e o motorista do ônibus que conseguiram apagar o incêndio. Segundo a PM, os passageiros brigaram com os suspeitos que fugiram do local, mas foram presos logo em seguida. Dois homens presos depois de tentar incendiar um ônibus no bairro Goiana, em BH Magno Dantas/ TV Globo Os militares disseram que a tentativa de incendiar o ônibus não tem relação com outros ataques a ônibus que teriam sido ordenados de dentro de presídios. Ainda segundo a polícia, um dos suspeitos foi abordado pela PM, na manhã deste domingo (27), por pilotar uma moto sem capacete e habilitação. A moto foi apreendida e o homem tinha falado para os policiais que ia se vingar. A Polícia informou ainda que os homens podem responder pelo crime, de dano ao patrimônio e por tentativa de homicídio, já que eles não teriam esperado que todos os passageiros descessem do ônibus para atear fogo. G1 procurou o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH), mas até o fechamento desta reportagem, não obteve retorno.
O principal executivo da empresa compareceu ao evento e afirmou: "vamos nos esforçar ao máximo para atender os países onde estamos fazendo testes clínicos". Exclusivo: Fantástico entra na fábrica da Coronavac, na China; Veja imagens Em imagens exclusivas na televisão brasileira, o Fantástico entrou e mostrou a fábrica de vacinas da Sinovac, produtora uma das principais apostas brasileiras contra a Covid-19. Em uma demonstração para a imprensa, funcionários trabalham nos laboratórios, testam equipamentos em ambiente de alta segurança e embalam o produto, que é a principal aposta da empresa: a vacina experimental Coronavac. O principal executivo da empresa compareceu ao evento, na fábrica que foi construída em cinco meses. "Das vacinas produzidas, ainda não sabemos qual a quantidade que vai ficar na China e quanto vamos mandar para outros países. Mas vamos nos esforçar ao máximo para atender os países onde estamos fazendo testes clínicos", afirmou Weidong Yin. Um desses países é o Brasil, onde, também esta semana, o governador de São Paulo João Doria fez um anúncio ambicioso ao dizer que toda a população do estado estaria vacinada nos primeiros meses de 2021. Mas será que isso realmente é possível? Assista à reportagem em vídeo. Ouça nosso podcast:

Medida entraria em vigor às 23h59 deste domingo. Por outro lado, não foi bloqueada a restrição para que o aplicativo deixe de funcionar nos EUA em 12 de novembro, caso negociação entre desenvolvedora chinesa ByteDance e americanas Oracle e Walmart não receba aval de Trump e da China. Aplicativos chineses TikTok e WeChat estão na mira do governo americano. Dado Ruvic/Reuters Um juiz dos Estados Unidos em Washington bloqueou, temporariamente, uma ordem do governo de Donald Trump para proibir o download do aplicativo de vídeos TikTok. A medida entraria em vigor às 23h59 deste domingo (27). O juiz distrital dos EUA, Carl Nichols, concedeu uma liminar solicitada pelo proprietário do TikTok, ByteDance, para permitir que o aplicativo permanecesse disponível nas lojas de aplicativos dos EUA. 'Novela' do TikTok nos EUA: entenda os capítulos mais recentes e o que deve vir por aí Por outro lado, ele se recusou, "neste momento", a bloquear restrições adicionais do Departamento de Comércio dos EUA, que entrarão em vigor em 12 de novembro, informou a agência de notícias Reuters Essas restrições são mais abrangentes e incluem "qualquer provisão de hospedagem de internet que habilite o funcionamento ou otimização do aplicativo nos EUA". Com isso, o TikTok deixaria de funcionar nos Estados Unidos em novembro. Essa limitação passará a valer caso um acordo, entre a chinesa ByteDance e as empresas americanas Oracle e Walmart, não seja aprovado por Trump e pelo governo chinês. Saiba mais: Entenda os impasses da negociação entre ByteDance, Oracle e Walmart O que é o TikTok TikTok: o aplicativo chinês que conquistou milhões de usuários O TikTok é um aplicativo desenvolvido pela empresa chinesa ByteDance, conhecido por vídeos curtos populares entre adolescentes. É a primeira rede social surgida na China a ganhar popularidade em mercados como Estados Unidos, Europa e Brasil. O TikTok é gratuito, uma espécie de versão resumida do YouTube. Os usuários podem postar vídeos de até um minuto e escolher entre um enorme banco de dados de músicas e filtros. Geralmente, os vídeos têm sincronização labial de músicas, cenas engraçadas e truques de edição incomuns. A ByteDance, atual desenvolvedora do app, foi fundada em 2012 e tem sede em Pequim, na China. Em 2017, a empresa comprou o Musical.ly, outro aplicativo chinês que vinha fazendo sucesso nos EUA. Em 2018, o Musical.ly foi renomeado para TikTok. ASSISTA: últimos vídeos sobre tecnologia no G1

Morais de Sá tinha 76 anos. Ele contribuiu para a construção do Centro de Referência Nacional no tratamento da doença, no Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG), onde atuava desde 1972. A causa da morte não foi divulgada. O médico Carlos Alberto Morais de Sá, 76 anos, morreu neste sábado (26), no Rio de Janeiro. De acordo com nota da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro ( Unirio), Morais de Sá teve complicações decorrentes de doenças crônicas. Médico Carlos Alberto Morais de Sá morreu no Rio neste sábado Reprodução/ Unirio Pioneiro no Brasil em tratamento a pacientes com Aids ainda no começo dos anos 80, o médico contribuiu para a construção do Centro de Referência Nacional no tratamento da doença, no Hospital Universitário Gaffrée e Guinle (HUGG), onde trabalhava e era professor titular desde 1972. O médico também ajudou a criar a ONG Viva Cazuza, fundada em 1990 pelos pais do cantor. Trajetória O professor Carlos Alberto Morais de Sá se formou em Medicina pela Unirio, em 1968. No mesmo local concluiu o doutorado e sua livre-docência, em clínica médica, no mesmo ano. Em 1983, ele passou a ser coordenador do Centro de Referência Nacional em HIV/Aids do HUGG. Entre 1987 e 1993, o médico atuou como consultor do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação. Ele também foi integrante da Comissão Nacional em HIV/AIDS. Ao longo de seus quase 50 anos dedicados ao HUGG, Carlos Alberto Morais de Sá atuou na formação de médicos da universidade.
Divergência entre promotor e juiz por causa de uma lei sobre o uso de máscaras vigente em todo o país, levou os julgamentos a um desfecho polêmico. Impasse por causa de máscaras cancela julgamento e solta presos por homicídio no Tocantins Maio de 2019. Briga na porta de uma boate em Araguaína, Tocantins. Um homem é flagrado com uma arma na mão. É Alessandro Soares Ribeiro, que foi preso, acusado de matar Valter Alves Muniz. Um dia antes, outro crime. Francimar Queiroz de Oliveira foi detido, acusado de matar a ex-companheira, no banheiro de um bar, em Santa Fé do Araguaia, também em Tocantins. Os dois acusados estavam presos há cerca de um ano e tiveram o julgamento marcado para o início de setembro - junto com outros três casos - quando foram retomadas as primeiras sessões presenciais do Tribunal do Júri, que estavam suspensas desde o início da pandemia da Covid-19. Mas uma divergência entre promotor e juiz do caso durante a primeira sessão, por causa de uma lei sobre o uso de máscaras vigente em todo o país, levou os julgamentos a um desfecho polêmico. Parentes das vítimas estão revoltados. Entenda o caso na reportagem do Fantástico, no vídeo acima. Ouça o podcast do Fantástico
Muita gente quis saber mais sobre o assunto. Na internet, as buscas por 'como entrar com um pedido de divórcio' aumentaram 3.650% nos últimos seis meses. E termos relacionados ao tema tiveram crescimento vertiginoso - mais de 5.000%. Pesquisas por 'divórcio' explodem na pandemia; Veja dicas para salvar relação Casamentos, namoros e relacionamentos em geral sempre tiveram desafios, mas 2020 parece ter sido a prova de fogo para muitos casais brasileiros. Seis meses de pandemia, de hiperconvivência, de reparar no que não era reparado. A reportagem especial do Fantástico faz um raio-x dos casamentos depois de seis meses de pandemia. Casais convivendo de forma mais intensa passaram também a brigar mais. Segundo o Colégio Notarial do Brasil, os pedidos de divórcios extrajudiciais registrados nos cartórios de todo o país cresceram 16% na comparação entre julho de 2019 e julho de 2020. Ouça o nosso podcast sobre o tema! Não foram só as separações que dispararam na quarentena. Muita gente quis saber mais sobre o assunto. Na internet, as buscas por 'como entrar com um pedido de divórcio' aumentaram 3.650% nos últimos seis meses. E termos relacionados ao tema tiveram crescimento vertiginoso - mais de 5.000%. Mas será que tem jeito? Muitos destes casamentos ainda não estariam em tempo de serem salvos? Veja a resposta na reportagem em vídeo.
Presidente do tribunal, Luís Roberto Barroso, disse à GloboNews que objetivo é fiscalizar perfis com 'comportamentos inautênticos e coordenados'. Ministro Luís Roberto Barroso comenta atuação do TSE no combate às fake news O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, afirmou na noite deste domingo (27) à GloboNews que a Corte firmou uma parceria com as principais redes sociais para combater a disseminação de informações falsas nas eleições. De acordo com o ministro, a parceria envolve WhatsApp, Twitter, Facebook, Instagram, Google e TikTok. Barroso afirma que as companhias se comprometeram com o desenvolvimento de ferramentas de monitoramento de páginas e perfis com comportamentos "inautênticos e coordenados". "Claro que nós iremos reprimir os casos de fake news que possam ser reprimidos judicialmente. Mas nós estamos fazendo um pouco diferente. Nós estamos tendo uma atuação preventiva intensa para tanto minimizar a ocorrência de fake news, quanto para procurar neutralizar a ocorrência de fake news", afirmou o presidente do TSE. A campanha eleitoral começou oficialmente neste domingo. O horário eleitoral na televisão e no rádio começa no dia 9 de outubro e vai até 12 de novembro. O primeiro turno das eleições será no dia 15 de novembro e o segundo turno no dia 29 de novembro. O ministro reconheceu a dificuldade de controlar a disseminação de informações falsas apenas pelo conteúdo delas. "Nenhum de nós no Judiciário deseja ser um censor do debate público", afirmou. De acordo com Barroso, o tribunal pretende tornar os casos de remoção de postagens com informações falsas por decisão judicial uma exceção, e focar na prevenção. Assim, afirmou, as ferramentas a ser desenvolvidas pelas redes sociais trabalharão na remoção de perfis falsos, uso indevido de robôs e de impulsionamentos ilegais de conteúdo. O presidente do TSE cita que essa disseminação é feita muitas vezes por grupos classificados por ele como "milícias digitais" e "terroristas verbais". "Tem um financiamento privado. Nós vamos atrás do dinheiro também. Nós estamos atrás dessa gente, não pelas opiniões, mas pelo comportamento concertado de difusão de mentiras, de difusão de ódio, e de ataques à justiça eleitoral", disse. Agências de checagem O ministro afirmou que o TSE também firmou uma parceria com agências de checagens de informação com o objetivo de verificar a disseminação de fake news que tratem principalmente da justiça eleitoral. De acordo com Barroso, haverá um site chamado "Fato ou boato" dedicado a publicar essas checagens. Companhias telefônicas O presidente do TSE afirmou também que está em negociação com companhia telefônicas a possibilidade de o acesso aos sites da justiça eleitoral ser gratuito, sem o desconto do pacote de dados. "Estamos procurando prevenir mais do que remediar, estimulando pessoas a terem comportamento digno, competente. Seguir a regra de ouro: não fazer com o outro o que você não gostaria que façam com você". Rio de Janeiro O presidente do TSE foi questionado especificamente sobre se a justiça eleitoral terá condições de julgar a tempo o caso do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos). O político está inelegível por decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ). Porém, ele ainda pode recorrer da decisão e disputar a reeleição. Barroso disse não poder garantir que o processo seja julgado pelo tribunal superior antes do primeiro turno. "O que eu posso dizer é que o TSE é ágil. No momento em que chegar aqui, não sei quem é o relator, irei diligenciar para, tanto quanto for possível, seja feito antes das eleições", afirmou. Caso Crivella seja reeleito, e só depois o TSE decida manter a decisão estadual que considerou o política inelegível, será preciso realizar novas eleições. Luís Roberto Barroso, presidente do TSE, explica situação do prefeito do Rio de Janeiro Mesários Barroso também foi questionado sobre medidas sanitárias a ser adotadas pelo tribunal para garantir a segurança dos eleitores e dos mesários no dia das eleições. O ministro citou que os mesários receberão máscaras, álcool gel e escudo de proteção facial. Pessoas do grupo de risco e que foram convocadas poderão pedir dispensa se desejarem. Além disso, haverá medidas para garantir o distanciamento social no momento da votação. O presidente do TSE reforçou a importância dos mesários no processo democrático e citou que, mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, houve recorde de mesários voluntários: são mais de 700 mil inscritos. Ministro Luís Roberto Barroso fala sobre o procedimento dos mesários para eleições 2020 Debate público O presidente do TSE afirmou que, mais do que nunca, precisamos de um debate público de qualidade, com respeito e consideração pelos outros. O ministro defendeu a discussão pelos candidatos de ideias, argumentos e propostas, sem mentiras, ofensas ou agressões. "Precisamos de uma elevação da ética publica e privada no Brasil", afirmou. Ao se dirigir aos eleitores, o ministro lembrou que em uma democracia não existe "nós e eles". "Eles são quem colocamos lá", disse. Luís Roberto Barroso: ‘Precisamos de debate público de qualidade’

Lançamentos oficiais das candidaturas aconteceram em carreatas pelas ruas, visitas a feiras populares e lives transmitidas em redes sociais. Paço Municipal de Goiânia, Goiás Vanessa Chaves/G1 A campanha eleitoral em Goiânia começou oficialmente neste domingo (27) com alguns candidatos à prefeitura comparecendo a eventos presenciais durante a pandemia do coronavírus, enquanto outros escolheram pontos da capital para transmitir a campanha em redes sociais. A campanha eleitoral em Goiânia começou oficialmente neste domingo (27) com alguns candidatos à prefeitura comparecendo a eventos presenciais durante a pandemia do coronavírus e outros transmitindo o lançamento em redes sociais, por meio de lives itinerantes pela cidade, onde o candidato saiu sozinho às ruas, e algumas atividades foram virtuais, sem contato com o público. Terminou no sábado (26) o prazo para os registros das candidaturas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e 15 candidatos formalizaram pedidos para concorrer a prefeito na capital goiana. A partir deste domingo, passa a ser permitida a realização de comícios, carreatas, distribuição de material gráfico e propaganda pela internet. Veja a lista dos candidatos a prefeito de Goiânia Patrimônio declarado vai de vai de zero a R$ 14 milhões Adriana Accorsi (PT) teve reunião com a coordenação de campanha e realizou uma atividade virtual, nesta tarde, por meio de redes sociais. Alysson Lima (Solidariedade) lançou a campanha em uma live transmitida pelas redes sociais. Elias Vaz (PSB) promoveu uma live itinerante pela capital. Ele percorreu avenidas, escolas, praças, unidades de saúde e centros comerciais. O percurso foi transmitido ao vivo pelas redes sociais. Fábio Júnior (Unidade Popular) participou de reunião com a coordenação de campanha e gravou vídeos para as atividades eleitorais. Maguito Vilela (MDB) abriu a campanha com atividades presenciais no Parque Atheneu e Jardim Mariliza, na região sudeste da capital. Ele participou de carreta pelas ruas e conversou com moradores. Major Araújo (PSL) iniciou sua campanha com uma oração no Morro do Além, no setor Gentil Meireles, na manhã deste domingo e visitou a feira do setor Pedro Ludovico. Samuel Almeida (PROS) gravou um vídeo de campanha com propostas para a cidade e não teve agenda externa. Talles Barreto (PSDB) visitou a feira Hippie pela manhã e conversou com feirantes e moradores, e finalizou a agenda em um culto evangélico durante a noite. Vanderlan Cardoso (PSD) começou a agenda com compromissos religiosos. Pela manhã, participou de missa em uma igreja católica e alguns cultos evangélicos, e a noite comparece novamente a cultos em igrejas evangélicas. Virmondes Cruvinel (Cidadania) escolheu o bairro Chácara do Governador, na região sudeste da capital, para fazer o lançamento da campanha, que foi transmitido pelas redes sociais do candidato. Outros candidatos Os candidatos Antônio Vieira (PCB), Cristiano Cunha (PV), Gustavo Gayer (DC), Manu Jacob (Psol) e Vinícius Paixão (PCO) não tiveram as agendas divulgadas. Veja outras notícias da região no G1 Goiás. Initial plugin text
Falta de servidores, dificuldades com a plataforma digital, pedidos que se acumulam. O Fantástico mostra que as deficiências no atendimento a quem depende da Previdência Social pioraram durante a pandemia. Dor, descaso e filas: mais de um milhão de brasileiros esperam por atendimento no INSS Falta de servidores, dificuldades com a plataforma digital, pedidos que se acumulam.... As deficiências no atendimento a quem depende da Previdência Social já eram grandes e pioraram durante a pandemia. Esta semana, a Justiça ordenou que peritos médicos voltassem ao trabalho presencial, depois de seis meses. Enquanto eles resistiam, alegando falta de segurança para trabalhar, milhares de brasileiros passavam necessidade, sem receber benefícios. Hoje, mais de um 1,6 milhão de pedidos de pensões, aposentadorias e outros benefícios estão na fila do INSS, à espera de liberação. Mas como desatar esse nó e aliviar o sufoco de quem espera uma solução? Veja na reportagem acima. Ouça o podcast do Fantástico

Cerca de 2,6 milhões de pessoas foram às urnas para eleger governadores, prefeitos, vereadores e membros de conselhos legislativos locais. Eleitores só puderam tirar a máscara no momento de se identificar aos mesários. Uruguaios fazem 1ª eleição na América do Sul em meio à pandemia Os uruguaios fizeram neste domingo (27) a primeira eleição na América do Sul em meio à pandemia de Covid-19. Cerca de 2,6 milhões de pessoas foram às urnas para eleger governadores de 19 departamentos do país, além de prefeitos, vereadores e membros dos 19 conselhos legislativos locais. As eleições estavam marcadas para maio, mas tiveram que ser adiadas por conta da pandemia. O correspondente da GloboNews para a América Latina, Ariel Palacios, conta, no vídeo acima, que uma das determinações das autoridades foi para que os eleitores só retirassem a máscara no momento de se identificar para os mesários. O governo também pediu aos uruguaios para evitar comemorações, após a divulgação do resultado, no final da noite deste domingo. Imagem mostra a pintura, em uma parede, da bandeira do Uruguai. David Peterson/Pixabay Nesta eleição, a atenção está voltada para a capital, Montevideo, onde vive mais de um terço da população (1,3 dos 3,4 milhões de habitantes). Tudo indica que a esquerda, representada pela Frente Ampla (FA), será reeleita mais uma vez, como acontece ininterruptamente desde 1990. A engenheira Carolina Cosse lidera as pesquisas de intenção de voto dentro do FA, seguida pelo neurocirurgião Álvaro Villar e o engenheiro e ex-governador Daniel Martínez, que vai tentar a reeleição. A coalizão de governo, portanto, está representada na candidatura única da economista Laura Raffo, que supera os frenteamplistas individualmente, mas não alcança os números dos três somados. Como nas eleições departamentais uruguaias vence o candidato mais votado do partido mais votado, a vitória da esquerda é praticamente inevitável, segundo a Reuters, já que as pesquisas mostram que os três candidatos frentistas reúnem entre 50% e 54% das intenções de voto, contra entre 37% e 40% de Raffo. Vídeos: veja mais notícias sobre Mundo
Bombeiros fizeram resgate, mas rapaz não sobreviveu, de acordo com boletim de ocorrência. Caso foi neste sábado (26) Um rapaz de 26 anos morreu após se afogar no Rio Jaguari, em Pedreira (SP), neste sábado (26). De acordo com o boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil, o jovem estava nadando quando afundou e não foi mais visto. O local onde o corpo foi localizado é conhecido como "Areião". A Guarda Municipal foi acionada e já avistou o homem resgatado pelos bombeiros quando chegou ao local. No entanto, o rapaz não resistiu e morreu no local. O caso foi registrado como morte suspeita no plantão de Jaguariúna (SP). O corpo do rapaz passou por perícia e foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de São João da Boa Vista (SP). PLAYLIST: Veja reportagens da EPTV Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Maria Eduarda nasceu no Pará com encefalocele nasofrontal, uma doença raríssima que atinge um a cada 35 mil nascidos vivos. Para salvar a filha, a mãe largou tudo e foi para São Paulo com ela. Lá, elas conheceram duas pessoas que mudariam as suas vidas. Mãe paraense larga tudo para buscar cirurgia complexa para a filha em São Paulo Em Santa Izabel do Pará, na Região Metropolitana de Belém, Ana Paula mora com a filha Maria Eduarda, que nasceu com uma doença raríssima que faz um pedaço do cérebro sair através de uma falha no crânio e ficar projetado entre os olhos e o nariz embaixo da pele. Assim que deu à luz, Ana Paula percorreu os hospitais públicos de Belém atrás de ajuda, mas ninguém pôde operar a filha dela. Em novembro de 2018, Ana Paula decidiu deixar tudo para trás para vir a São Paulo com a filha em busca de atendimento médico. Primeiro, foi um homem que conheceu a história de Ana Paula e da filha pelas redes sociais e tornou possível a ida das duas para São Paulo. Depois, a ajuda veio de uma talentosa equipe de médicos do SUS, em São Paulo, que fizeram de tudo para operar Maria Eduarda. Confira a reportagem no vídeo acima. Ouça o podcast Isso é Fantástico:

Nilson Rodrigues Barbosa, 19, foi preso após denúncias de que ele estaria realizando tráfico de drogas no local. O suspeito tentou fugir pelo quintal de uma casa, onde foi encontrado a maior quantidade da droga PMCE/Divulgação Um homem foi preso neste domingo (27) na praia de Canoa Quebrada, localizada no município de Aracati, na região Jaguaribana do Ceará. Nilson Rodrigues Barbosa, de 19 anos, foi preso após ser flagrado com quase dois quilos de maconha, de acordo com a Polícia Militar do Ceará (PMCE). A prisão aconteceu por volta das 10h30min quando os policiais foram informados que um indivíduo, conhecido como “Nilson”, estaria traficando drogas na Travessa Vila do Estevão, em Canoa Quebrada. Após o recebimento das denúncias, a PMCE fez a verificação no local. A polícia revelou que ao perceber a aproximação dos agentes, Nilson tentou fugir pelo quintal de uma casa, mas foi visualizado e capturado pelos policiais. Ao ser revistado, os agentes encontraram com o suspeito uma pequena quantidade de maconha. Porém, após a vistoria na casa do suspeito, eles acharam a outra parte dos entorpecentes, escondida dentro de um fogão e em um balcão, totalizando 1,892 kg do material ilícito. Nilson Rodrigues recebeu voz de prisão e foi conduzido preso à Delegacia Regional de Aracati, onde foi autuado com base no artigo 33 da Lei de Drogas. A prisão foi realizada por meio do Comando de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (CPRaio) e Força Tática da 1ª Companhia Independente de Polícia Militar do 4º Comando Regional de Polícia Militar (1ªCIPM/4°CRPM).
No Dia Nacional da Doação de Órgãos, o Fantástico mostra uma história que celebra este ato de generosidade. Cristiano, que foi uma das pessoas que tomou a cerveja contaminada da Backer, quase perdeu todos os movimentos e precisou de uma doação de rim. Caso Backer: Homem contaminado por cerveja recebe doação de rim da esposa O Dia Nacional da Doação de Órgãos é comemorado neste domingo, 27 de setembro. A data serve para celebrar este ato de generosidade que pode salvar uma vida. O Fantástico conta a história do Cristiano. Ele foi uma das pessoas contaminadas depois de consumir uma cerveja artesanal da fábrica Backer, de Belo Horizonte. Foi um caso bem grave, ele perdeu quase todos os movimentos, mas recuperou boa parte. Cristiano teve uma nova sequela e precisou de um transplante de rim. E a doadora é alguém que tem estado ao lado dele o tempo todo nessa caminhada. Confira a reportagem no vídeo acima. Ouça o podcast Isso é Fantástico:

Nova vítima morreu neste domingo, uma mulher de 86 anos que tinha outras doenças e estava internada no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc). Coronavírus segue avançando em Indaiatuba Divulgação/Getty Images via BBC O boletim epidemiológico de Indaiatuba (SP) divulgado neste domingo (27) elevou o número de mortes por complicações do novo coronavírus para 204. A nova vítima é uma idosa que possuía outras doenças. O número de casos de Covid-19 na cidade segue em alta, chegou a 6.942 após mais 30 registros. O óbito mais recente ocorreu neste domingo, no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc). A mulher tinha 86 anos e tinha hipertensão, diabetes e cardiopatia, entre outras comorbidades. Do total de casos confirmados na cidade, 6.709 são moradores que já se curaram ou estão em recuperação domiciliar, segundo a prefeitura. Há 29 pessoas internadas e outros 372 casos suspeitos aguardando resultados de exames PLAYLIST: Veja reportagens da EPTV sobre Covid-19 e outros assuntos Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19 Infográfico mostra os sintomas da Covid-19 G1 Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas.

Fiscalização aconteceu em Gramado, Caxias do Sul e Flores da Cunha. Encontro de pessoas viola decretos que impõe o distanciamento social como ação contra o avanço da Covid-19. Festa clandestina foi flagrada e encerrada neste domingo (27) em Gramado Prefeitura de Gramado/Divulgação A fiscalização dos municípios de Caxias do Sul, Gramado e Flores da Cunha, na serra gaúcha, flagraram e encerraram festas e aglomerações neste domingo (27). A junção de pessoas viola decretos municipais que impõe o distanciamento social como ação de combate ao avanço do coronavírus. No começo da madrugada deste domingo, a Brigada Militar e a Prefeitura Municipal de Gramado encerraram uma festa clandestina em uma casa alugada no bairro Várzea Grande. Segundo a administração municipal, vans buscariam os participantes e levariam até a festa, já que o local só seria revelado no começo do evento não autorizado. Foram flagradas mais de 60 pessoas aglomeradas em casa com estrutura de som, iluminação e fornecimento de bebidas. Duas pessoas foram identificados como organizadoras da festa. Um homem de 41 anos, morador de Porto Alegre, e outro de 30 anos, morador de São Leopoldo, que possui antecedentes de estelionato, lavagem de dinheiro e falsificação de documentos públicos. Fiscalização de Caxias do Sul flagrou aglomerações em três bairros da cidade Prefeitura de Caxias do Sul/Divulgação Em Caxias do Sul, a fiscalização dos agentes estiveram nos bairros Pedancino, Fátima e São Leopoldo. Ao todo, foram realizadas 31 autuações na abordagem de mais de quarenta pessoas. Segundo a Guarda Municipal do município foram: Veículos abordados: 20 Pessoas abordadas: 45 Total de autuações: 31 Veículos recolhidos: 08 Condutor com CNH suspensa: 02 Documentos recolhidos (CRLV) para vistoria: 02 Documentos recolhidos (CNH): 04 Condutores sob influencia de álcool: 05 Ação da Guarda Municipal flagrou mais de 40 pessoas em três bairros de Caxias do Sul Prefeitura de Caxias do Sul/Divulgação Já em Flores da Cunha a aglomeração foi flagrada na ERS-122, onde um grupo de cerca de 30 pessoas se reunia. O Grupo Rodoviário da Brigada Militar aplicou 17 autuações por estacionamento em rodovia e por questões relativas aos veículos. Dois autmóveis foram recolhidos para depósito credenciado ao Detran. Initial plugin text

Segundo corporação, torre de celular caiu e provocou incêndio. Bombeiros apagam fogo em prédio comercial na Asa Norte, no DF CBMDF/Divulgação Uma torre de celular, caiu no telhado de um prédio comercial, na quadra 102 da Asa Norte, no começo da noite deste domingo (27), e provocou um incêndio nas partes plásticas da torre e em uma das caixas d'água, também de plástico, que havia no local (veja vídeo abaixo). Incêndio em hospital particular do DF faz pacientes serem retirados às pressas PMs resgatam mulher de incêndio em casa, no DF: 'Instinto de salvar é maior no momento' Bombeiros apagam fogo na Asa Norte De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, por volta das 20h o fogo já havia sido controlado, e a corporação fazia o rescaldo para impedir novos focos de incêndio no local. Ninguém se feriu. Veja as notícias do G1 Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.