Simule e contrate

g1

Já a montadora Renault confirmou que vendeu ao governo russo todas as propriedades que tinha no país. Rede McDonald's anuncia fim das operações na Rússia Por causa da invasão à Ucrânia, a rede McDonald’s anunciou o fim das operações na Rússia, com o pagamento dos salários dos 62 mil funcionários até a conclusão da operação de venda. Já a montadora Renault confirmou que vendeu ao governo russo todas as propriedades que tinha no país.
Em 24 horas, o Brasil teve 89 mortes pela doença. Média móvel de casos de Covid registra aumento de 23% Os números da pandemia e da vacinação atualizados pelo consórcio de veículos de imprensa mostram que em 24 horas o Brasil registrou 89 mortes por Covid. São 665.056 vítimas da doença desde o início da pandemia. Em 24 horas, foram 14.873 novos casos conhecidos. O total passa de 30,698 milhões. A média de casos está em alta, de 23%, na comparação com duas semanas atrás. São 18.329 casos por dia. A média de mortes caiu 2%, dentro da estabilidade. São 115 óbitos por dia. Dados da vacinação Entre a população que pode receber a vacina, 82,55% tomaram as duas doses ou a dose única; e 55,45% a dose de reforço. Veja aqui outras informações sobre a pandemia e a vacinação no seu estado.

Banda inglesa também toca em Belo Horizonte, Porto Alegre, Ribeirão Preto e Rio de Janeiro. Veja como comprar ingressos, provável setlist e relembre vinda anterior. McFly volta ao Brasil depois de 10 anos para 5 shows Reprodução/Instagram/McFlyMusic Após 10 anos, a banda inglesa McFly volta ao Brasil para cinco shows nesta semana. A primeira apresentação acontece nesta terça (17) em São Paulo, no Espaço das Américas. A turnê foi remarcada duas vezes por conta da pandemia de Covid-19. Os ingressos comprados em 2020 seguem válidos para as novas datas. AGENDA DE SHOWS: Veja os artistas internacionais que tocam no Brasil em 2022 Quais os locais e preços de ingressos? São Paulo Data: 17 de maio de 2022 (terça-feira); 18 de maio (esgotado) Local: Espaço das Américas - Rua Tagipuru, 795 - Barra Funda, São Paulo Ingressos: de R$ 210 (meia-entrada pista) a R$ 936 (mezanino inteira) Venda de ingressos pelo site Tickets for Fun Belo Horizonte Data: 21 de maio de 2022 (sábado) Local: Expominas - Avenida Amazonas, 6200 - Gameleira, Belo Horizonte Ingressos: de R$ 180 (meia-entrada pista) a R$ 708 (pista premium inteira) Venda de ingressos pelo site Tickets for Fun Porto Alegre Data: 22 de maio de 2022 (domingo) Local: Pepsi On Stage - Av. Severo Dullius, 1995 - Anchieta, Porto Alegre Ingressos: de R$ 204 (meia-entrada pista) a R$ 792 (pista premium inteira) Venda de ingressos pelo site Tickets for Fun Ribeirão Preto Data: 24 de maio de 2022 (terça-feira) Local: Arena Eurobike - Rua Edgar Rodrigues ,373, - Ribeirão Preto – SP Ingressos: de R$ 150 (meia-entrada arquibancada) a R$ 500 (camarote) Venda de ingressos pelo site Alpha Tickets Rio de Janeiro Data: 26 de maio de 2022 (quinta-feira) Local: Qualistage - Av. Ayrton Senna, 3000 - Barra da Tijuca, Rio de Janeiro Ingressos: Só há ingressos para pista - R$ 234,50 (inteira) e R$ 176 (meia) Venda de ingressos pelo site Tickets for Fun McFly remarca shows no Brasil para maio Reprodução/Instagram Turnê de reencontro do McFly A banda inglesa fez sucesso entre adolescentes com hits como "All About You", "Star Girl" e "Obviously" nos anos 2010. Eles tocaram juntos entre 2004 e 2016, quando anunciaram um pausa na carreira como grupo. Tom Fletcher, Danny Jones, Dougie Poynter e Harry Judd se reuniram novamente como McFly em 2019. A turnê no Brasil foi anunciada para 2020, mas foi adiada por conta da pandemia. Eles lançaram "Young dumb thrills", primeiro álbum de inéditas em dez anos em 2020. Leia entrevista com vocalista e guitarrista Danny Jones e baterista Harry Judd. McFly está de volta e lança ‘Young dumb thrills’ Qual o provável setlist do show do McFly? Nos shows mais recentes deste ano, o setlist costuma ter 15 músicas: Red One for the Radio Friday Night Lies Obviously Transylvania Star Girl Happiness Wild & Young Summer of 69 Room on the 3rd Floor Shine a Light The Heart Never Lies All About You 5 Colours in Her Hair
Urgência para regulamentação da modalidade está na pauta desta terça; proposta proíbe adesão de pais condenados por alguns crimes. Governistas apoiam texto; medida é 'equivocada', diz ONG. A Câmara dos Deputados pode votar nesta terça-feira (17) um requerimento de urgência para agilizar a tramitação do projeto de lei que regulamenta a prática do ensino domiciliar (homeschooling). Se a urgência for aprovada, o texto poderá ser votado em plenário sem passar pela análise de uma comissão especial da Câmara. A regra permite, inclusive, que o conteúdo do projeto seja analisado na mesma sessão, ainda nesta terça. A educação domiciliar é uma das bandeiras do presidente Jair Bolsonaro. O tema estava entre as metas prioritárias para os primeiros cem dias de governo, mas ainda não foi votado. Para Bolsonaro e apoiadores do governo, a educação domiciliar é uma forma de pais e responsáveis legais blindarem seus filhos de supostas ideologias transmitidas dentro da sala de aula. Já a ONG Todos Pela Educação classifica a medida como "equivocada". LEIA TAMBÉM: 'HOMESCHOOLING': entenda o modelo de aprendizagem domiciliar PRINCIPAIS PONTOS: projeto exige curso superior de um dos responsáveis; veja detalhes Atualmente, o ensino domiciliar não é permitido por decisão do Supremo Tribunal Federal, que em setembro de 2018 entendeu não haver uma lei que regulamente o ensino domiciliar no país. Embora a lei não proíba explicitamente a prática, ela também não a respalda. Além do projeto que regulamenta a prática, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou em junho de 2021 uma proposta que impede que pais que adotem a educação domiciliar sejam processados por abandono intelectual. O texto também aguarda análise do plenário. Veja detalhes sobre o projeto que pode ser votado na Câmara nesta terça na reportagem abaixo, de 2019: Governo pretende aprovar regulação do ensino domiciliar O projeto O texto altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) para admitir o ensino domiciliar na educação básica (pré-escola, ensino fundamental e médio). A proposta exige que, assim como a educação escolar, o ensino domiciliar esteja vinculada ao mundo do trabalho e à prática social. Conforme o projeto, “é admitida a educação básica domiciliar, por livre escolha e sob a responsabilidade dos pais ou responsáveis legais pelos estudantes”. O Poder Público deverá atuar, junto aos pais ou responsáveis, para garantir o desenvolvimento adequado da aprendizagem do estudante. Para optar por esta modalidade de ensino, os responsáveis deverão formalizar a escolha junto a instituições de ensino credenciadas, fazer matrícula anual do estudante e apresentar: comprovação de escolaridade de nível superior, inclusive em educação profissional tecnológica, em curso reconhecido nos termos da legislação, por pelo menos um dos pais ou responsáveis legais pelo estudante; certidões criminais da Justiça Federal e Estadual ou Distrital dos pais ou responsáveis. A proposta estabelece um período de transição em relação à exigência de comprovação de escolaridade de nível superior, caso os responsáveis escolham homeschooling nos dois primeiros anos após a regulamentação entrar em vigor. A transição prevista no projeto permite: a comprovação, ao longo do ano da formalização da opção pela educação domiciliar, de que pelo menos um dos pais ou responsáveis legais está matriculado em curso de nível superior; comprovação anual de continuidade dos estudos, com aproveitamento, por pelo menos um dos pais ou responsáveis legais, no curso de nível superior em que estiver matriculado; conclusão, por pelo menos um dos pais ou responsáveis legais, do curso de nível superior em que estiver matriculado, em período de tempo que não exceda em 50% do limite mínimo de anos para sua integralização. Relembre no vídeo abaixo, de 2018, a decisão do STF que proibiu o ensino domiciliar no país até que haja legislação sobre o tema: STF considera educação domiciliar ilegal Obrigações A proposta estabelece também regras para as instituições de ensinos e responsáveis legais no desenvolvimento da educação domiciliar, como: manutenção de cadastro, pela instituição de ensino dos estudantes em educação domiciliar nela matriculados, a ser anualmente informado e atualizado junto ao órgão competente do sistema de ensino; cumprimento conteúdos curriculares referentes ao ano escolar do estudante, de acordo com a Base Nacional Comum Curricular, admitida a inclusão de conteúdos curriculares adicionais; realização de atividades pedagógicas que promovam a formação integral do estudante, contemplando seu desenvolvimento intelectual, emocional, físico, social e cultural; manutenção, pelos pais ou responsáveis legais, de registro periódico das atividades pedagógicas realizadas e envio, à instituição de ensino em que o estudante estiver matriculado, de relatórios trimestrais dessas atividades; acompanhamento do desenvolvimento do estudante por docente tutor da instituição de ensino em que estiver matriculado, inclusive mediante encontros semestrais com os pais ou responsáveis, o educando e, se for o caso, do profissional que acompanha o ensino domiciliar; garantia, pelos pais ou responsáveis legais, da convivência familiar e comunitária do estudante; realização de avaliações anuais de aprendizagem e participação do estudante nos exames do sistema nacional de avaliação da educação básica e nos exames do sistema estadual ou sistema municipal de avaliação da educação básica. Profissão Repórter: pais que defendem educação domiciliar mostram rotina de aprendizado dos filhos em casa Avaliações e ‘recuperação’ O projeto acrescenta dispositivos à Lei de Diretrizes e Bases da Educação para estabelecer avaliações da qualidade do ensino sob responsabilidade dos responsáveis legais, para fins de certificação de aprendizagem pelas instituições de ensino. Segundo o texto, a avaliação dos estudantes da pré-escola será feita anualmente com base nos relatórios trimestrais de atividades pedagógicas enviados pelos pais às instituições de ensino em que o estudante for matriculado. Para os alunos do ensino fundamental e médio, será considerada na avaliação, além dos relatórios trimestrais de atividades pedagógicas, uma avaliação anual do conteúdo previsto na Base Nacional Comum Curricular. Em relação ao estudante com deficiência ou transtorno global de desenvolvimento, a avaliação será adaptada à sua condição. Se o desempenho dos alunos não for considerado satisfatório, o texto prevê a aplicação de uma prova de “recuperação”. Proibições A proposta diz que é proibida a opção pelo ensino domiciliar nos casos em que o responsável legal direto da criança ou adolescente for condenado ou estiver cumprido pena pelos crimes previstos: no Estatuto da Criança e do Adolescente; na Lei Maria da Penha; na parte especial do Código Penal, que dispõe sobre crimes contra a liberdade individual, como ameaça, perseguição, cárcere privado, entre outros; na Lei Antidrogas; na Lei dos Crimes Hediondos. De acordo com o texto, os pais ou responsáveis por alunos da pré-escola também perderão o direito de optar pelo ensino domiciliar, caso o progresso do estudante seja considerado insuficiente por dois anos consecutivos na avaliação anual; ou em dois anos consecutivos ou em três anos não consecutivos, no caso de alunos do ensino fundamental e médio. Os estudantes com deficiência ou transtorno global do desenvolvimento passarão por avaliações semestrais. Os responsáveis não poderão mais optar pelo homeschooling se for atestada a insuficiência de progresso por duas vezes consecutivas ou três vezes não consecutivas. Se aprovado, o texto estabelece prazo de 90 dias para que as normas previstas entrem em vigor. Debates Segundo o líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR), um acordo costurado com líderes da base do governo prevê a votação do mérito ainda nesta semana. De acordo com ele, cabe apenas ao presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), colocar em votação o projeto. A assessoria da deputada Luísa Canziani (PSD-PR), relatora do texto, também disse haver um acordo para a votação do mérito entre terça e quinta-feira. O líder da minoria na Câmara, deputado Alencar Santana (PT-SP), afirmou que a oposição vai obstruir “tudo” e não entrará em acordo sobre a votação do mérito. “Somos contra. É mais um desmonte da educação, que leva à exclusão dos estudantes”, afirmou. Em nota, a ONG Todos Pela Educação afirmou que a medida é ‘equivocada e absolutamente fora do tempo”. “A restrição do convívio com crianças e adultos fora do círculo íntimo da família, a ausência de ideias e visões de mundo contraditórias as que são expostas em casa, bem como de troca de experiências e interações mais diversas, inibem o pleno desenvolvimento dessas crianças e jovens”, afirma a organização. Mônica: ‘Governo Bolsonaro não tem legado para deixar na educação’
Animais receberam microchip para medir batimentos cardíacos e colares de monitoramento. Pesquisadores devolvem à natureza um casal de lobos-guarás que foi criado em cativeiro Pesquisadores devolveram à natureza um casal de lobos-guarás que foi criado em cativeiro. Os portões são abertos e lá vem o Baru. Sai desconfiado, mas logo se embrenha na mata. Logo depois é a vez da Caliandra correr para liberdade do cerrado. Os dois foram soltos em Luiz Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia. “Agora ele vai viver a vida dele, e a nossa torcida é de que logo tenha filhotinhos”, diz Rogério Cunha de Paula, coordenador do Plano Nacional de Conservação dos Canídeos/ICMBio. Mas para chegar até esse momento, foram dois longos anos de trabalho. Baru tinha poucos dias de vida quando a mãe morreu. Resgatado, junto com os outros quatro irmãos, o destino dos filhotes de lobo-guará seria um zoológico. Mas ambientalistas do Instituto Chico Mendes tiveram uma outra ideia: devolvê-los para natureza. E começaram um treinamento para que os animais dependessem cada vez menos dos humanos. A adaptação foi numa área gigante, de 3 mil metros quadrados de cerrado preservado, numa fazenda da Bahia. ”Aqui eles não têm praticamente contato nenhum com humanos, só recebem a visita do tratador e a gente, quando vem fazer o monitoramento”, explica Gabriella Rosa, coordenadora do Parque Viva Cerrado. Eles aprenderam a caçar, a identificar frutos e a fugir dos perigos da vida selvagem. Mês passado, biólogos e veterinários concluíram que os lobos-guarás estavam prontos para ganhar a liberdade, mas antes os animais receberam microchip para medir os batimentos cardíacos e colares de monitoramento, e eles vêm com fitas refletivas. Caliandra e Baru já estão livres no cerrado. Assim como a Mangaba e o Araticum, soltos em janeiro, em Jaborandi, também na Bahia. Mas a pesquisa não para por aí. Tem mais seis lobos-guarás em treinamento. Pequi, desde bebezinha, vem recebendo os cuidados dos tratadores: primeiro no Zoológico de Brasília e depois numa ONG na Bahia. E agora Pequi começa uma nova fase da vida. Em uma fazenda vai aprender a se virar sozinha para conseguir voltar para natureza. Por enquanto, são os tratadores que levam a comida: ovos e frutas do cerrado. “Na segunda etapa, a gente começa espalhar esses alimentos pelo recinto para estimular o forrageamento, que é a procura por alimentos nessa região, para que ela saiba fazer isso quando for solta”, explica Ana Paula de Quadros, presidente da ONG Jaguaracambé. Existem pouco mais de 12 mil lobos-guarás vivendo na natureza. A ideia é que a reintrodução dos animais ajude a perpetuar a espécie, ameaçada de extinção. E mais do que isso: “Também contribuir para a conservação do cerrado, porque o lobo é conhecido como semeador do cerrado. Então não é só pensar na espécie, mas no bioma como um todo, na natureza como um todo”, diz Luciana Della Coletta, coordenadora de Estratégias para Conservação do ICMBio.
Especialistas alertam que a transparência que ela impôs tem sido ameaçada . Lei de Acesso à Informação completa 10 anos Uma lei criada para facilitar a fiscalização dos governos completou nesta segunda-feira (16) dez anos, mas a transparência que ela impôs tem sido ameaçada. A lei nasceu com um objetivo claro. “O Brasil está ganhando um instrumento para que a população possa acompanhar a ação do governo e cobrar resultados. A Lei de Acesso à Informação vai valer para municípios, estados e a administração federal”, noticiou o JN em 15 de maio de 2012. ONG divulga estudos sobre avanços e retrocessos da Lei de Acesso à Informação Antes da lei, não havia garantia de acesso a informações públicas ou prazo para respostas a pedidos. Dez anos depois, a Lei de Acesso à Informação se tornou uma das principais ferramentas de transparência no Brasil. O governo federal recebeu mais de 1,1 milhão pedidos de informação desde 2012. No ano passado, foram 119 mil. As solicitações são feitas pela internet, com o nome e identidade. O prazo legal para resposta é de 20 dias. Hoje, o governo demora, em média, 15 dias. A maioria das perguntas vem de empresas e servidores públicos. Os temas são muito variados, vão de interesse em economia e finanças a informações sobre aposentadoria e remuneração de servidores. A imprensa também usa a ferramenta para embasar reportagens. A lei diz que é dever do estado garantir o acesso à informação por procedimentos objetivos e ágeis, respeitando o interesse público, com transparência, clareza e em linguagem de fácil compreensão para qualquer cidadão. Mas nos últimos anos, de acordo com especialistas, a lei sofreu ataques e a transparência perdeu espaço. Um decreto presidencial de 2019, primeiro ano do governo Bolsonaro, tentou aumentar o número de autoridades com poder para impor sigilo a informações. Um ano depois, Bolsonaro tentou suspender o limite de tempo para o governo responder às solicitações. As duas medidas receberam muitas críticas e não foram para frente. O governo também tem se recusado a responder a alguns pedidos alegando que são informações de cunho pessoal. Foi o que fez quando impôs sigilo de 100 anos sobre as informações do cartão de vacinação do presidente Jair Bolsonaro e sobre as visitas dos filhos dele ao Palácio do Planalto. Mais recentemente, o JN pediu à Presidência da República que informasse quantas vezes os pastores suspeitos de cobrarem propina para intermediar a liberação de verbas do MEC visitaram o Planalto. O governo negou o pedido. Depois, por recomendação da CGU e diante da repercussão, forneceu os dados, que mostraram várias visitas aos gabinetes do Palácio. Marina Atoji, da Transparência Brasil, afirma que o balanço desses dez anos é positivo, mas que é preciso vigilância constante contra retrocessos. “O problema é justamente esse, não pode bobear. Você não pode se distrair, a sociedade não pode se distrair, que logo vai vir uma oportunidade como as dos últimos quatros anos, especificamente, em que ela vai ser atacada, em que a transparência vai correr riscos”, diz. Maria Vitória Ramos, fundadora da agência Fiquem Sabendo, diz que a lei é um direito e deve ser usada por toda a sociedade. “Precisa ter um cidadão comprometido com a transparência pública que vai lá, encher um vereador, o prefeito, o Judiciário perguntando onde estão os gastos com transporte, onde estão os reembolsos de verba parlamentar. A gente tem não só o direito de saber como o dever de acompanhar, fiscalizar e tornar, sim, o governo mais eficiente, mais transparente e mais participativo”, afirma.

Cerca de 800 toneladas do minério foram apreendidas. A carga está avaliada em mais de R$ 1 milhão. Apreensão de manganês em Marabá, no Pará Reprodução/Ascom PRF Os motoristas de 10 carretas que transportavam manganês ilegalmente abandonaram os veículos após perceberem a fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-155, em Marabá, sudeste do Pará. Cerca de 800 toneladas do minério foram apreendidas, no último domingo (15), durante fiscalização da Polícia. A carga está avaliada em mais de R$ 1 milhão. Um dos condutores chegou a ser parado pelos agentes federais, mas fugiu do local, sendo alcançado cerca de 14 quilômetros de distância do posto da PRF. 10 veículos ficaram na BR-155 trancados e desligados, os outros três e os respectivos condutores foram presos e encaminhados para a Delegacia de Polícia Federal, em Marabá. De acordo com a PRF, foi registrado um grande congestionamento na rodovia por conta das carretas abandonadas. O vídeo abaixo mostra a extensão da via que foi tomada pelas carretas abandonadas. Veja! Motoristas abandonam carretas carregadas de minério em Marabá, no Pará Veja mais notícias sobre o Pará

Presidente do Senado deu a declaração nesta segunda-feira (16) ao ser questionado sobre os ataques do presidente Jair Bolsonaro ao sistema eleitoral. Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), em entrevista ao Roda Viva da TV Cultura. Reprodução/TV Cultura O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse nesta segunda-feira (16), em entrevista ao programa Roda Viva (TV Cultura), que candidatos não podem cruzar a "linha amarela" que separa o discurso eleitoral do estado de direito. Pacheco deu a declaração após ter sido questionado sobre os ataques do presidente Jair Bolsonaro às urnas eletrônicas e ao sistema eleitoral. No ano passado, após três anos falando em "fraudes eleitorais", Bolsonaro chamou a imprensa ao Palácio da Alvorada para dizer que apresentaria provas das supostas falhas nas urnas, no entanto, durante a transmissão ele admitiu não ter comprovação das acusações. Após a live, Bolsonaro foi incluído como investigado no inquérito das fake news. "O que nós estamos estabelecendo é que os candidatos têm todo direito de discutir ideias, de pontuar suas propostas e criticar propostas dos outros, isso faz parte do processo democrático e da legitimidade de um processo eleitoral [...] mas há uma linha amarela pintada no chão que os candidatos, nenhum deles, pode atravessar e essa linha amarela separa o estado de direito desse discurso político eleitoral", disse Pacheco. O presidente do Senado disse ainda que "todo e qualquer ataque mínimo que seja em relação a democracia, a regularidade e a periodicidade de eleições merecerá do Senado, como tem merecido, essa pronta reação". Pacheco disse ainda que as eleições de 2022 irão acontecer e que as urnas eram motivo de orgulho até começarem a ser alvo de ataques "sem fundamento, sem razoabilidade, sem lastro nenhum, nem prova". "Haverá eleições esse ano. Uma eleição periódica através do voto direto e secreto dos eleitores e através das urnas eletrônicas, que foi uma opção feita pelo Brasil, que até pouco tempo era um motivo de orgulho nacional por todos, e em razão de alguns ataques que foram feitos absolutamente sem fundamento, sem razoabilidade, sem lastro nenhum, nem prova, vem questionando a lisura do sistema eleitoral através do processo eletrônico", disse o presidente do Senado. Forças Armadas No último mês, Bolsonaro colocou novamente em dúvida a confiabilidade das urnas eletrônicas ao sugerir uma apuração dos votos feita também pelas Forças Armadas. Após a declaração, ocorreram reuniões entre os chefes dos poderes, entre elas, um encontro entre o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, e o ministro da Defesa, Paulo Sérgio Nogueira. Segundo nota divulgada pelo STF, na ocasião, o ministro da Defesa disse "que as Forças Armadas estão comprometidas com a democracia brasileira". Questionado se acredita que as Forças Armadas dariam suporte a Bolsonaro, caso ele não aceite o resultado das urnas em outubro, Pacheco disse que acredita que "não há hipótese de haver por parte das Forças Armadas qualquer tipo de amparo ou inciativas que não sejam dentro da ordem democrática, da Constituição Federal". "Acredito fielmente que o resultado eleitoral fará com que o Brasil tenha uma definição em relação aos representantes e que isso será respeitado por todos, inclusive, pelas Forças Armadas", disse o presidente do Senado. 'Orçamento Secreto' Questionado sobre o "orçamento secreto", Pacheco disse que não existe um "orçamento secreto", mas sim um "orçamento público" e que as emendas de relator "foi uma opção legislativa feita para se transferir a autonomia que antes era toda do Executivo para que o Legislativo". Entenda por que as emendas de relator são chamadas de 'orçamento secreto' O chamado "orçamento secreto" é como são chamadas emendas de relator, elas ficaram assim conhecidas, porque, ao contrário da maior parte do orçamento federal, o Congresso não tinha obrigação de divulgar os dados dos pedidos feitos e atendidos a cada ano. "O que houve foi realmente uma discussão a respeito do orçamento público e se me permite explicação sobre isso, é que na verdade não existe um orçamento secreto. Existe um orçamento público, em que há rubricas que vem do Legislativo ou do Executivo, e em relação às emendas de relator foi uma opção legislativa feita para se transferir a autonomia que antes era toda do Executivo para que o Legislativo participe da confecção do orçamento. VÍDEO: como funciona o 'orçamento secreto' No ano passado, o STF cobrou mais transparência na distribuição das emendas de relator, o que fez com que o Congresso aprovasse novas regras para o pagamento dessas verbas. A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber determinou que o Congresso desse publicidade aos dados das emendas de relator de 2020 e 2021. No entanto, dos 594 parlamentares com mandato, no entanto, só 404 responderam – menos de 7 em cada 10. Pacheco defendeu que o Congresso cumpriu a decisão do STF e que as emendas de relator fazem parte da atividade de um parlamentar. "Se algum tipo de desvio, seja em qualquer rubrica, que se puna e que se identifique os responsáveis, mas não se criminalize a política e a capacidade, legitimidade de um parlamentar levar recursos para suas bases porque isso seria o assassinato da política no Brasil." , disse o presidente do Senado. VÍDEOS: notícias sobre política
Produto, que já tinha ficado mais caro durante a pandemia, subiu cerca de 40% no mercado internacional desde o início da guerra na Ucrânia, que é o quarto maior produtor do mundo. Produtores brasileiros aumentam produção de trigo por causa da guerra da Ucrânia Com a guerra na Ucrânia, o aumento do preço do trigo no mercado internacional incentivou brasileiros a aumentar o plantio. O pãozinho é que leva a fama. O preço dele subiu 4,5% só no mês passado. Mas também tem outras delícias pesando no bolso do consumidor Demetrius Paparounis. “Massas, biscoitos, que a gente compra em mercado, essas tortas. Agora a gente tem que olhar melhor, ver o que vai levar. Está complicado. O preço aumentou muito”, reclama. São todos alimentos à base de trigo. O produto, que já havia ficado mais caro durante a pandemia, subiu cerca de 40% no mercado internacional desde o início da guerra na Ucrânia, que é o quarto maior produtor do mundo. “A gente teve um choque de demanda durante a pandemia que esgotou, diminuiu muito os estoques de grãos internacionais. Isso está aumentando a participação do trigo brasileiro em relação ao trigo internacional, mas, mesmo assim, ainda temos que contar com a importação”, explica Sérgio de Zen, diretor de Informações Agropecuárias e Políticas Agrícolas da Conab Como o Brasil produz 7,7 milhões toneladas de trigo ao ano, mas consome mais de 12 milhões, precisa importar 4,6 milhões toneladas. Daí, já viu a dificuldade de Antônio de Oliveira Relvas, dono de padaria, de negociar a compra da farinha para os pãezinhos. “Há um mês e meio, pagava R$ 75 e agora estou pagando já R$ 115. Estamos repassando um pouquinho só, o cliente não tem poder de compra. Se aumentar muito, perde muita venda”, afirma. A solução para reduzir a dependência do trigo importado, principalmente da Argentina, está no campo. Os principais estados produtores são Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás e Bahia. Jorge Lemainski, chefe-geral da Embrapa Trigo - que acompanha há 40 anos o desenvolvimento da cultura no Brasil -, diz que o plantio no país permite projetar um recorde na colheita de agosto. “A demanda de sementes, a demanda de insumos em si e o contato com os produtores nos remetem a esse ambiente, sim, de aumento de área cultivada na ordem de 11% na produção da oferta de trigo do Brasil”, explica. O aumento dos preços internacionais do trigo é um incentivo à expansão do cultivo no Brasil, o que se deve a anos de pesquisas tecnológicas, que aumentaram a produtividade e os ganhos do produtor por hectare. No ritmo de crescimento atual, especialistas dizem que em 10 anos a produção brasileira de trigo pode dobrar, tornando o Brasil autossuficiente, com a possibilidade de abastecer todos os moinhos do país, além de fazer as exportações deslancharem. E tem ainda com uma outra vantagem: “Supriremos parte da demanda mundial de trigo com a estrutura já existente no país sem necessidade alguma de abrir novas áreas, sem necessidade de desmatar”, diz o chefe da Embrapa Trigo. “É só o Brasil que consegue ter essa versatilidade e essa amplitude de plantio e colheita”, ressalta Sérgio de Zen, da Conab. Do moinho à padaria, a torcida é grande. “Imagino que se produzir aqui a gente não fica tão sujeito ao preço lá de fora”, afirma Demetrius. “O pão é nosso carro-chefe. Nós vendemos bastante”, diz Antônio, dono de padaria.
O PT e o PSD avançaram por um acordo nas eleições estaduais de Minas Gerais. A tratativa entre as siglas aconteceu nesta sexta-feira (13), em São Paulo. O partido PSD de Gilberto Kassab decidiu ceder um espaço na chapa do pré-candidato ao governo mineiro pelo PSD, Alexandre Kalil, para garantir apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O PSD lançou Kalil ao governo de Minas Gerais com promessa de apoio do PT. No entanto, em maio o blog do Valdo Cruz no g1 informou que o PSD poderia decidir apoiar Jair Bolsonaro em vez do ex-presidente petista, diante da falta de acordo entre as legendas. O pré-candidato ao governo mineiro ofereceu a Lula a vaga de vice na sua chapa, antes planejada para ser ocupada pelo presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, Agostinho Patrus (PSD), aliado de Kalil. A ideia é ter como candidato a vice-governador o deputado federal Reginaldo Lopes, até então com a intenção de uma vaga ao Senado pelo PT no estado. Com isso, o PSD manteria a candidatura de Alexandre Silveira ao Senado e garantiria um apoio do PT na composição, considerado importantíssimo para ambos os lados. VÍDEOS: notícias sobre política
O auge do eclipse foi quando a Lua mergulhou na região mais escura da sombra da Terra, a umbra, onde não há iluminação direta do Sol. 'Lua de Sangue' premia multidões que observaram o céu na madrugada desta segunda (16) Multidões de curiosos que passaram a madrugada de olho no céu foram recompensadas. Para ver o espetáculo era só olhar para o céu e segurar o sono. O eclipse total da Lua começou às 23h27 da noite de domingo (15). A sombra redonda do nosso planeta ficou bem visível. O momento auge do eclipse foi a 1h11 da madrugada desta segunda-feira (16), quando a Lua mergulhou na região mais escura da sombra da Terra, a umbra, onde não há iluminação direta do Sol. Veja FOTOS do eclipse total da Lua pelo mundo VÍDEOS: 'Lua de sangue' pelo mundo “A lua mergulha totalmente na umbra, que é a região mais escurecida da sombra da Terra. E o interessante é que a umbra, apesar de ela ser a região mais escura, ela recebe um pouco de luz, principalmente vermelha do Sol. E é por causa dessa luz vermelha do Sol que entra na sombra da Terra que a Lua fica avermelhada. Muitas pessoas chamam de ‘Lua de Sangue’”, explica o diretor de Astronomia do Planetário do Rio, Leandro Guedes. Nem precisa de um telescópio para admirar o eclipse da Lua, um fenômeno visto a olho nu. Mesmo assim mais de 1,5 mil pessoas foram ao Planetário do Rio para acompanhar os detalhes. Nos céus do Brasil, a Lua estava em uma posição perfeita e todas as fases do eclipse puderam ser observadas de todo o país. No Parque do Ibirapuera, em São Paulo, o fenômeno da natureza teve ajuda da tecnologia. Imagens transmitidas por satélites da Nasa foram projetadas em tempo real no lago do parque. As nuvens tentaram atrapalhar a diversão em Olinda. Depois da brincadeira de esconde-esconde, o tempo abriu e o estudante Mateus conseguiu a foto que tanto queria. “Da minha câmera não dá para ver, então eles aqui tiram as fotos e fica muito bonita, dá para postar”, diz. Em Belém, as pessoas acompanharam o eclipse da Universidade Federal do Pará e tiveram as explicações dos voluntários do núcleo de astronomia. Haverá um outro eclipse total da Lua no dia oito de novembro, mas pela nossa posição no globo, veremos muito pouco ou quase nada. Este foi especial, e mesmo quem olha para o céu com olhos técnicos, como um astrônomo, se rende à tanta beleza. “O céu em geral sempre causou muita admiração a nós, seres humanos. E você imagina o fenômeno em que a Lua muda de cor. Isso sempre encantou muito a humanidade”, diz Leandro Guedes.
Isso é uma fonte de preocupação para os moradores desses países, inclusive, brasileiros Brasileiros radicados em países escandinavos falam sobre aproximação da Suécia e da Finlândia com Ocidente Brasileiros radicados em países escandinavos estão preocupados com a reação russa à aproximação da Suécia e da Finlândia com o Ocidente. . Presidente da Turquia diz que não aceita adesão de Suécia e Finlândia à Otan Luiz Fernando Delboni está assustado. Ele chegou à Finlândia em janeiro, para um ano de intercâmbio estudantil. Não imaginou que o país fosse entrar em uma escalada de tensão com a Rússia. “Existe um medo, principalmente quanto eu converso com meus pais. Uma das maiores razões por que eu escolhi a Finlândia foi essa preocupação com o ser humano. Então, se tem alguma coisa que passou longe da minha cabeça, foi isso, com certeza”, conta o estudante brasileiro. Mas ele conta que os finlandeses parecem preparados. Todos os homens têm treinamento militar, e existem bunkers espalhados pelas cidades. “As estações de metrô de Helsinque e de Espoo são bunkers antibomba. Então, basicamente existem conexões entre as estações para que você consiga viver lá dentro por meses e meses, preparado caso aconteça alguma coisa dentro da Finlândia”, diz Luiz Fernando. A Finlândia e, também, a Suécia se prepararam para a possibilidade de uma guerra, mas, durante anos, escolheram não dar motivos para um conflito com a Rússia. Não buscaram um alinhamento militar com o Ocidente, por exemplo, mas a invasão da Ucrânia mudou o curso da história. . Putin parece recuar em ameaças após países nórdicos avançarem em planos para entrar na Otan O professor de Relações Internacionais da Faap, Carlos Gustavo Poggio, diz que a configuração das relações entre os países europeus está mudando. Ele lembra que a atual fronteira da Rússia com países integrantes da Otan é de pouco mais de mil quilômetros. Se a Finlândia aderir ao bloco, o número vai mais do que dobrar: serão mais 1,3 mil quilômetros. “Nós estamos vendo a história diante dos nossos olhos. É uma reconfiguração da arquitetura de segurança europeia, que já tem acontecido há algum tempo, desde a guerra da Ucrânia. A população finlandesa e sueca fez este cálculo e decidiu que vale mais a pena se juntar à Otan do que os eventuais riscos de não se juntar à Otan”, diz Carlos Poggio. O professor acha difícil a Rússia abrir outra frente de batalha agora, invadindo ou bombardeando a Finlândia ou a Suécia, mas disse que a Ucrânia pode ser usada para mandar um recado para esses países. “É possível que, a depender das circunstâncias no Kremlin, algum tipo de armamento nuclear tático seja utilizado na Ucrânia para mandar um recado, para dizer: ‘Olha, nós estamos falando sério’. Normalmente, armas nucleares são usadas como elemento de dissuasão”, afirma. . Rússia afirma que candidaturas de Suécia e Finlândia à Otan são 'grave erro' com consequências de 'longo alcance' O músico brasileiro Rubem Farias mora na Suécia há sete anos. Ele tem cidadania sueca e vive com a família na ilha de Gotland, um território estratégico do país no Mar Báltico. No início de março, logo na primeira semana da guerra na Ucrânia, caças russos invadiram o espaço aéreo da ilha. O incidente foi visto como um teste da capacidade de resposta das defesas suecas. Rubem diz que ele e todos os seus conhecidos acharam, por muito tempo, que a melhor estratégia era manter a neutralidade na disputa entre a Rússia e a Otan. Agora, isso mudou. . Entenda por que Finlândia e Suécia mantinham neutralidade e agora querem entrar na Otan “A neutralidade é um valor precioso, algo que faz parte da cultura sueca, essa coisa de procurar diálogo. A Suécia tem uma tradição nesse sentido, mas, ao mesmo tempo, a neutralidade pode se tornar também um problema. Como a Suécia vai garantir a própria segurança sozinha, isolada?”, questiona.
A entrada de novos países na aliança militar do Ocidente exige aprovação unânime dos integrantes. E pouco antes de completar três meses de conflito, a Ucrânia começou a impor à Rússia recuo significativo. Presidente da Turquia diz que não aceita adesão de Suécia e Finlândia à Otan A Ucrânia começou a impor um recuo aos russos em cidades que exército de Vladimir Putin já havia conquistado. Se espalha pela Europa a ideia de que a Ucrânia pode ganhar a guerra. Uma unidade militar ucraniana, lutando ao norte de Kharkiv, disse ter conseguido chegar à fronteira russa. Um vídeo divulgado pelo Ministério da Defesa da Ucrânia mostra o grupo que teria feito recuar os soldados russos. Esse avanço ucraniano pode colocar em risco as rotas de suprimentos para as forças russas. O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, anunciou que um corredor humanitário foi aberto na siderúrgica Azovstal, em Mariupol. Durante a noite, o ministro da Defesa da Ucrânia informou que 264 combatentes do país deixaram a usina e foram levados por militares para áreas controladas por separatistas pró-Rússia. O objetivo é trocá-los por militares russos que acabaram prisioneiros dos ucranianos. O secretário-geral da Otan declarou que essa guerra não vai acontecer como Moscou havia planejado. Jens Stoltenberg explicou que os russos não conseguiram tomar Kiev; estão se retirando de Kharkiv; e que a principal ofensiva em Donbass está parada. E afirmou que a Ucrânia pode, de fato, ganhar esta guerra. A possível entrada da Finlândia e da Suécia na aliança militar do Atlântico Norte trouxe mais tensão. Ao anunciar a decisão nesta segunda-feira (16), a primeira-ministra da Suécia, Magdalena Andersson, disse que a adesão junto com a Finlândia vai fortalecer a segurança no norte da Europa. Mas o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse que seu país não irá aprovar a entrada de nenhum dos dois na aliança. Falou, inclusive, que as delegações de Finlândia e Suécia nem precisam se incomodar de viajar à Turquia para convencê-lo. . Otan espera que Turquia não barre adesão de Finlândia e Suécia à aliança . Finlândia e Suécia negam pedido da Turquia para repatriar turcos acusados de terrorismo Para ser efetivado, o ingresso de um novo membro tem que ser aprovado por unanimidade pelos demais integrantes. O mundo aguarda agora a reação da Rússia. O presidente Vladimir Putin declarou que a Rússia não tem problema com os dois países, mas que vai reagir à expansão da infraestrutura militar da Otan. E pediu mais atenção aos seus colaboradores para os planos da Otan de aumentar a sua influência mundial. . Putin diz que uma nova infraestrutura militar na Finlândia e Suécia exigiria reação Putin se reuniu nesta segunda-feira (16), em Moscou, com os líderes da Organização do Tratado de Segurança Coletiva. O presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, grande aliado de Putin, pediu aos países da ex-União Soviética que se unam contra o Ocidente. Exercícios militares em larga escala da Otan, alguns dos maiores já realizados na história dos países bálticos pela aliança militar, começaram nesta segunda-feira (16) na Estônia. Os exercícios vão envolver 15 mil soldados de dez países, já com participação de Finlândia e Suécia. Os exercícios militares tenham sido planejados bem antes do início da guerra. Eles simulam a reação a uma invasão russa da Estônia e acontecem a apenas 60 quilômetros de uma base militar russa.
Cerca de 3 milhões de turistas vão para a cidade durante o período junino. A expectativa é que R$ 250 milhões circulem na economia local, criando mais de 7 mil empregos diretos e indiretos. São João de Caruaru está de volta a partir do dia 4 de junho Uma das festas juninas mais tradicionais do Nordeste está de volta. Foi com um vazio de doer no coração dos forrozeiros que o principal local da festa passou os últimos dois anos. "É muita saudade que estava gerando, realmente os nossos corações estavam doendo muito. Aí este ano vai voltar, se Deus quiser, com força total", diz José Henrique Simões Pedrosa, organizador de carga. Em três décadas, o Pátio do Forró recebeu milhões de pessoas para ver shows de artistas regionais e nacionais. A cidade toda se enfeita. Tem festa para todo lado, e festa boa tem comida. O São João de Caruaru está de volta a partir do dia 4 de junho, e só acaba no início de julho. Cerca de 3 milhões de turistas vão para Caruaru durante o período junino. Tantos visitantes geram dinheiro. A expectativa é que R$ 250 milhões circulem na economia local, criando mais de 7 mil empregos diretos e indiretos. Num hotel com 149 apartamentos, já não tem mais vaga para os principais dias de festa. "A gente está muito ansioso porque são dois anos sem ter nossa festa de São João. Então, a gente tem certeza que vai ter uma procura muito grande. A gente recebe muita família, muitos grupos de idosos", conta o gerente do hotel, Felipe Santiago. O período junino também influencia no aluguel de residências por temporada. "Quando a gente liberou as acomodações, quando foi anunciado, uma semana depois estávamos com 100% dos finais de semana reservados", diz o corretor de imóveis Alexandre Barbosa. Nos restaurantes, os ingredientes para preparar as delícias regionais já foram encomendados. O dono de uma restaurante quase fechou durante a pandemia, mas agora vai precisar até de reforço no número de funcionários. “Vamos recontratar porque tinha 35 funcionários e baixou para 25. E estamos organizando tudo justamente para isso", afirma o comerciante Luciano José da Silva. O restaurante dele fica no Alto do Moura, que é também um lugar que concentra diversos ateliês de artesanato local e a Casa-Museu do ceramista Mestre Vitalino. No bairro, muitos moradores trabalham como artesãos, produzindo peças em barro inspiradas nos grandes mestres, como Galdino e Vitalino. Com o retorno do São João de Caruaru, a expectativa é que os ateliês voltem a ficar cheios de turistas. A artesã Nicinha Otília já tinha começado a produzir mesmo sem saber se a festa poderia acontecer por causa da pandemia: "Nordestino, você sabe, vive de muita fé, graças a Deus. Padre Cícero que se segure que este ano vai ser muito bom o São João. É uma época que a gente tem sempre uma expectativa de um dinheiro a mais, como se diz."

O governo de Joe Biden anunciou que restabelecerá o programa para a reunificação familiar para cubanos, que estava suspenso desde 2017. Embaixada dos EUA em Havana, Cuba Yamil Lage/AFP Os Estados Unidos anunciaram nesta segunda-feira (16) a flexibilização de uma série de restrições a Cuba que haviam impostas sob a presidência de Donald Trump, inclusive em processos de imigração, transferências de dinheiro e voos. Cuba respondeu que as medidas são um "passo limitado na direção correta". Compartilhe pelo WhatsApp Compartilhe pelo Telegram "Com essas medidas, pretendemos apoiar as aspirações de liberdade e maiores oportunidades econômicas dos cubanos para que possam levar uma vida exitosa em sua casa", disse o porta-voz do Departamento de Estado, Ned Price, em um comunicado. Leia também Cuba e EUA realizam primeira reunião de alto nível desde que Biden assumiu o governo Embargo dos EUA contra Cuba completa 60 anos sem perspectiva de suspensão EUA determinam novas sanções contra autoridades de Cuba O governo de Joe Biden anunciou que restabelecerá o programa para a reunificação familiar para cubanos, que estava suspenso desde 2017. Criado em 2007, ele permite que cidadãos ou residentes americanos possam pedir que seus parentes em Cuba viagem aos EUA e solicitem uma permissão de trabalho lá enquanto seu status de residente legal é processado. O governo também prometeu aumentar a capacidade de processamento de solicitações de visto em Havana. Além disso, disse que eliminará o limite atual de remessas familiares de 1.000 dólares por trimestre para o par emissor-receptor e que autorizará as remessas de doações, ou seja não familiares, para apoiar "os empresários cubanos independentes". O Departamento de Estado especificou, no entanto, que esses fluxos financeiros não devem "enriquecer" pessoas ou entidades que violem os direitos humanos. A gestão Biden também aumentará o número de voos entre os Estados Unidos e a ilha, autorizando o serviço a outras cidades além de Havana. E permitirá determinadas viagens em grupo atualmente proibidas. No entanto, esclareceu que não serão reativadas as viagens individuais. Reposta de Cuba Cuba reconheceu avanços nas medidas, mas ressaltou que isso "não muda o embargo" vigente desde 1962. "O anúncio do governo americano é um passo limitado na direção correta", mas "nem os objetivos, nem os principais instrumentos da política dos Estados Unidos com relação a Cuba, que é um fracasso, mudam", declarou no Twitter o ministro cubano das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez. Price observou que "a política da administração (Biden) com relação a Cuba segue focada no apoio ao povo cubano, incluindo seus direitos humanos e seu bem-estar político e econômico". "Seguimos pedindo ao governo cubano que liberte imediatamente os presos políticos, que respeite as liberdades fundamentais do povo cubano e que permita que o povo cubano determine seu próprio futuro", acrescentou. Veja os vídeos mais assistidos do g1
G1 transmite ao vivo, diariamente, os telejornais da TV Liberal: Jornal Liberal 1ª e 2ª Edição. Assista aos telejornais da TV Liberal G1 transmite ao vivo, diariamente, os telejornais da TV Liberal: Jornal Liberal 1ª e 2ª Edição.

Local vai receber um novo campus da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf). O prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio, agradeceu a doação de R$ 30 milhões da Alerj para a restauração da histórica Fazenda Campos Novos Anderson Coutinho/Alerj A Fazenda Campos Novos, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, será restaurada com a doação de R$ 30 milhões da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), aprovada por meio da Lei 9.515/21O. O presidente da Alerj, André Ceciliano, visitou o local na manhã desta segunda-feira (16) acompanhado do prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio. O espaço vai abrigar um campus da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf). “Estive com o presidente André Ceciliano quando da visita dele a Cabo Frio para o lançamento do Fundo Soberano. Na ocasião, falamos a respeito da restauração da fazenda e ele comentou sobre a possibilidade desse repasse, desde que para instalação de um polo universitário. E menos de um mês depois, a doação já tinha sido feita”, agradeceu o prefeito. A Fazenda Campos Novos, fundada em 1648, possui importantes e raros exemplares de arquitetura rural jesuítica, caracterizando a sociedade da época. Ela foi construída sobre um sambaqui e conta com uma casa, senzala, oficinas, capela, além de um cemitério anexo. “Por aqui, passaram nomes como Charles Darwin e Dom Pedro. Esse é um patrimônio que agora será recuperado para ser não apenas um ponto turístico, mas também um importante centro de conhecimento científico que vai beneficiar toda a sociedade”, comentou André Ceciliano. Campus da Uenf O novo campus da Uenf que será instalado no local vai oferecer cursos de extensão voltados à população de Cabo Frio e região, além de promover projetos de agricultura familiar e empreendedorismo. A instituição conta que o local também vai ter um centro de memória da política afro-brasileira. “O dinheiro doado pela Alerj já está na conta e a universidade vem preparando um projeto de recuperação da Fazenda Campos Novos, que se encontra muito deteriorada. Em seguida, começaremos o processo de licitação, que deve durar um mês para que as empresas interessadas se cadastrem e enviem um projeto orçamentário”, contou o reitor da Uenf, Raul Palacio, explicando que o valor final da obra, inicialmente orçada em R$ 20 milhões, vai depender do resultado do projeto executivo/licitação. A restauração terá a fiscalização do Iphan. A Fazenda Toda área da fazenda foi tombada e desapropriada pela Prefeitura, principalmente pelo fato da antiga construção ter relação com a Companhia de Jesus, no primeiro período da colonização. Na ocasião foram estabelecidas diretrizes para controlar a ocupação de forma a preservar o descampado ao redor e seu domínio sobre a paisagem circundante. Uma característica da fazenda é a edificação da igreja integrada com a casa-grande, o que permitia acesso exclusivo às missas através de uma espécie de púlpito lateral, com ligação direta aos aposentos internos da casa.
A alta acumulada nos últimos12 meses do gás natural veicular é de 37%, maior que a da gasolina e do etanol. Preço do GNV dispara e encosta no do álcool O preço do GNV disparou nas últimas semanas. O movimento em uma oficina que vende e instala o kit gás ainda é grande, mas já foi bem maior. Desde o último reajuste no GNV, de 19%, a procura caiu quase pela metade. “Há realmente aquela correria do usuário de achar que não é o momento de botar gás. Mas aí ele vem, começa a abastecer o carro com etanol e com gasolina, ele vê que o preço é muito mais caro, muito mais alto, e ele acaba voltando para o GNV”, diz o representante comercial Márcio Paschoal. Decisão de Mendonça sobre ICMS vai aumentar tributação sobre combustíveis, diz Wellington Dias O empresário Alessandro Valentim já estava com a instalação agendada e resolveu manter o plano. Ele roda 800 quilômetros por mês, e como tem o carro registrado no Rio, conta com o desconto no IPVA para motoristas que fazem a conversão para o GNV: paga só 30% do imposto. “Há quatro anos mais ou menos atrás, valia muito a pena você colocar um kit gás. Você tinha realmente uma redução de valores. Hoje, não. Hoje você coloca e você tem dúvidas”, diz. A alta acumulada nos últimos 12 meses do GNV é de 37%, maior que a da gasolina e do etanol. O reajuste do GNV no período só perde para o diesel. O levantamento da Agência Nacional do Petróleo mostra que esse último reajuste fez o preço médio do metro cúbico do gás (R$ 5,265) encostar no preço médio do litro de álcool (R$ 5,323). Os motoristas reclamam. “Há um ano atrás a gente abastecia, enchia o tanque com R$ 40, R$ 45. Hoje para abastecer, encher o tanque de gás, a gente está gastando R$ 73, R$ 75”, reclama o veterinário Rogério Melo. “Está pesando, sim, no preço. Para quem trabalha na rua, está muito difícil”, lamenta o motorista Pablo da Silva Menezes. A explicação é a mesma para a alta dos combustíveis líquidos: o preço do GNV acompanha a cotação internacional do petróleo e sofre também influência do câmbio. Instalar o kit gás não é barato. Numa loja no Rio, os preços variam de R$ 3 mil a R$ 5 mil, dependendo do modelo do carro. Então, mais do que nunca, é preciso fazer as contas direitinho para saber se vale mesmo a pena investir na conversão. No ano passado, o kit gás foi instalado em quase 1 milhão de carros. Os fabricantes dos equipamentos dizem que 1 metro cúbico de gás pode render o dobro de 1 litro de álcool. Mas essa relação pode ser bem menor dependendo do motor do carro, do uso do ar-condicionado e do pé do motorista no acelerador. O professor de economia da Universidade Federal Fluminense Luciano Losekann alerta que o GNV mais caro deixa uma margem menor para o motorista que pensa em instalar o kit gás. “O motorista que roda mais, aí sim, se paga e é interessante. O motorista de aplicativo, o motorista de táxi vão ter vantagem, principalmente naqueles estados que têm maior oferta de GNV, como é o caso do Rio de Janeiro. Os motoristas que rodam pouco não têm interesse de colocar o kit”, explica.

Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Acre. Assista aos vídeos do telejornal com as notícias do Acre.

Paralisação da principal fabricante do produto em fevereiro impactou toda a cadeia de produção e fornecimento das fórmulas, e deixou pais e mães desesperados com sumiço do produto nos mercados. Prateleiras vazias mostram a falta de fórmulas no Texas REUTERS/Kaylee Greenlee Beal/File Photo O grupo americano Abbott entrou em um acordo com a agência reguladora de medicamentos dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês), nesta segunda-feira (16), para retomar a produção de leite em pó para bebês e aliviar a escassez do produto. De acordo com um comunicado da farmacêutica, o acordo, formalizado através de um "decreto de consentimento", estabelece passos para retomar a produção na fábrica do Michigan, que foi interrompida devido a um recall. LEIA MAIS: Fórmulas para bebês estão 'sumindo' dos mercados nos EUA; entenda "Uma vez que a FDA confirme que os requisitos iniciais para a retomada da produção foram atendidos, a Abbott poderá reiniciá-la na fábrica [do Michigan] dentro de duas semanas", diz a nota. No entanto, a empresa alertou que, "a partir do momento em que a Abbott retomar a produção na fábrica, levará de seis a oito semanas até que o produto esteja disponível nas prateleiras". Enquanto isso, a Abbott seguirá importando leite para bebês de sua fábrica na Irlanda para tentar limitar a escassez nos Estados Unidos. O país vive uma rara falta de leite em pó para bebês que preocupa milhões de famílias. Inicialmente causada por problemas na cadeia de suprimentos e pela falta de mão de obra provocada pela pandemia, a escassez se agravou em fevereiro com a suspeita de que a fórmula infantil poderia estar relacionada com a morte de dois bebês. O "decreto de consentimento" para retomar a produção no Michigan também precisa ser revisto por um tribunal federal, depois que o Departamento de Justiça apresentou uma queixa nesta segunda-feira. Segundo a pasta, a instalação "não cumpriu os regulamentos projetados para garantir a qualidade e a segurança da fórmula infantil, incluindo a proteção contra o risco de contaminação por bactérias". "As ações que estamos anunciando hoje ajudarão a aumentar, com segurança, o fornecimento de fórmula infantil para as famílias", disse o procurador-geral dos EUA, Merrick Garland, em comunicado.

A proposta da Nova Constituição deixou de fora muitas ideias que causaram polêmica nas discussões, como o referendo revogatório, a perda de autonomia do Banco Central ou a nacionalização da mineração. Imagem da Constituinte Chile REUTERS/Rodrigo Garrido Uma primeira versão da nova Constituição do Chile foi entregue pela Convenção Constitucional (grupo de deputados eleitos para escrever a Carta Magna) nesta segunda-feira (16). O texto inclui um "catálogo de direitos sociais" para atender a demanda dos chilenos por mais igualdade social. A presidente da Convenção, María Elisa Quinteros, afirmou que o texto responde "anseios de milhões de cidadãos e cidadãs, que transversalmente depositaram neste processo seus sonhos e esperanças". A entrega foi realizada durante uma sessão especial do plenário (a 104ª desde que a Convenção foi instaurada, em 4 de julho do ano passado), aos pés das ruínas de Huanchaca, monumento nacional instalado em Antofagasta, cidade 1.330 km ao norte de Santiago. No Chile, independentes conquistam mais de um terço de cadeiras na Assembleia Constituinte "Neste texto materializa-se uma nova forma de nos relacionarmos; uma nova forma de entender a vida no nosso país, na qual todos e todas podem se sentir protegidos. Com estas normas e artigos começamos a construir um Chile mais justo", disse Quinteros. Para sua revisão, o rascunho de 499 artigos foi entregue à Comissão de Harmonização, que deve zelar por sua ordem e coerência. A redação deste texto foi a saída política que o Chile encontrou para apaziguar os protestos violentos que eclodiram em outubro de 2019 em reivindicação a maior justiça social em um país muito desigual, no qual apenas em 2021 o patrimônio dos chilenos mais ricos representou 16,1% do PIB, segundo a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal). A nova proposta busca substituir a Constituição vigente desde a ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990), que não garante direitos sociais agora contidos no novo texto, que será submetido a um plebiscito com votação obrigatório em 4 de setembro próximo. Antes, em 5 de julho, será feita a entrega da versão definitiva para o presidente Gabriel Boric. A proposta da Nova Constituição deixou de fora muitas ideias que causaram polêmica nas discussões, como o referendo revogatório, a perda de autonomia do Banco Central ou a nacionalização da mineração. Ao contrário, dedica um "Catálogo de direitos sociais", com um Estado garantidor em saúde, educação, moradia digna e uma pensão. Estabelece, ainda, um novo ordenamento ao sistema político e judicial, juntamente a uma nova forma de distribuir o poder em governos regionais. Veja os vídeos mais assistidos do g1

Aumento entrou em vigor nesta segunda-feira (16). Tarifa de transporte coletivo no município de Eunápolis tem reajuste de R$0,50 A tarifa dos ônibus que integram o transporte coletivo da cidade de Eunápolis, no extremo sul da Bahia, teve reajuste de R$ 0,50 e o novo valor entrou em vigor nesta segunda-feira (16). Com a mudança, a tarifa que era R$ 3 passa a custar R$ 3,50. Alguns moradores contaram que não sabiam do aumento no valor do transporte, como foi o caso da merendeira, Gildaci Cordeiro. "Não sabia. Foi uma novidade. Aumentou muito, as coisas já estão tão difíceis e aumentar R$0,50 é muito", disse. A empresa Eunapolitana é a única que atua no município. A frota conta 20 ônibus e tem 17 linhas. De acordo com o dono da empresa, Adelson Cirilo, desde janeiro de 2019 o valor da tarifa não era reajustado e, com o aumento dos custos operacionais, esse reajuste foi necessário para não inviabilizar a prestação do serviço. "Durante 12 meses nós tivemos um reajuste do diesel de 60%, pneu [reajuste de] 75%, peças de 50%. Eu estou com três anos sem aumento de passagem, com a passagem a R$ 3. Com muita dificuldade a gente conseguiu, junto à prefeitura, chegar a um bom senso de reajustar para R$ 3,50", relatou Cirilo. No decreto que autorizou o reajuste, a prefeitura de Eunápolis considerou a elevação dos custos e o dever do poder público de promover o equilíbrio entre o interesse público e privado. Mesmo pesando no bolso, alguns moradores de Eunápolis relataram compreender o reajuste. "Pesa no bolso do trabalhador, mais é justo porque a empresa também tem os custos, paga impostos, paga 13°. O aumento não é bom para ninguém mas tem que aumentar porque tudo aumenta", disse a agricultora Rita de Cássia de Jesus. Tarifa de ônibus na cidade de Eunápolis, no extremo sul da Bahia, tem reajuste Reprodução/TV Santa Cruz Veja mais notícias do estado no g1 Bahia. Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia 💻 Ouça 'Eu te explico' 🎙

Viacon afirmou, nesta segunda (16), que 'houve afastamento imediato da gestão local e das pessoas citadas na denúncia'. Vítimas questionaram decisão. Klebson e Danielly decidiram registrar queixa após ataques homofóbicos e transfóbicos Reprodução/TV Globo A Viacon afastou, nesta segunda (16), os gestores e as duas pessoas investigadas pela polícia por homofobia, após atacar um colega de trabalho que é casado com uma mulher trans, no Grande Recife. Por nota, a empresa disse que "iniciou o procedimento interno para apuração dos fatos relatados e que está tomando as medidas cabíveis". No comunicado, a Viacon, em Igarassu, também afirmou que "houve afastamento imediato da gestão local e das pessoas citadas na denúncia" e que, ao final do procedimento, "após concessão da ampla defesa e contraditório a todos os envolvidos, aplicará as medidas disciplinares cabíveis". Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram O auxiliar de mecânico Klebson Gouveia Silva, de 28 anos, está de férias e recebeu um vídeo em que colegas de trabalho mostram um vibrador e dizem que ele esqueceu "o brinquedinho" na empresa. Conhecido como "Galego", ele registrou um Boletim de Ocorrência no dia 6 de maio, na Delegacia de Paulista, no Grande Recife (veja vídeo abaixo). Homem sofre ataques de colegas de trabalho por ser casado com mulher trans c O caso foi encaminhado para a Delegacia de Cruz de Rebouças, distrito de Igarassu, onde fica a Viacon, empresa onde Klebson trabalha e que presta serviço para a prefeitura da mesma cidade. Klebson e a esposa, a cabeleireira Danielly Manuele, de 29 anos, não ficaram satisfeitos com a medida tomada pela Viacon. "Como vai apurar mais, se tem vídeo, se tem prova? Só suspenderam e isso não é justo. O certo seria que demitissem todos os responsáveis, tanto os dois do vídeo, como o supervisor e o gerente, que sabiam de tudo. Então, não tem como ficar satisfeita com uma situação dessas", disse Danielly. Entenda o caso Klebson Gouveia Silva vinha sofrendo ataques no local de trabalho, desde que os colegas descobriram que ele é casado com uma mulher trans. Ele afirmou que, quando entrou de férias, recebeu o vídeo que circulou pela empresa, no qual dois homens diziam que ele esqueceu um vibrador no local. Ele conta que não foi a primeira vez que sofreu preconceito no local de trabalho e que o supervisor já tinha sido comunicado do que vinha acontecendo e não fez nada. Segundo Klebson e a esposa, um encarregado da empresa também foi responsável por ataques contra ele. O casal está junto há quase cinco anos. Danielly disse que, antes do envio do vídeo com o vibrador, os colegas de trabalho do marido descobriram seu nome de batismo e que ela usava antes da transição para mulher trans e passaram a usar para tentar ofender Klebson. Ela também disse que o marido recebeu apelidos homofóbicos e que o vídeo foi "a gota d'água". LEIA TAMBÉM: Ativista trans pernambucana denuncia transfobia no Aeroporto de São Paulo Primeira mulher trans na Guarda Municipal de Jaboatão denuncia comandante por transfobia Mulher trans é assassinada com tiro no Recife e família acredita em transfobia A Prefeitura de Igarassu informou que a diretora de Direitos humanos do município, Nattasha Vlasak, participou de uma reunião ,nesta segunda, com a Viacon e que está "acompanhando os desdobramentos do caso". Subnotificação de dados Levantamento mostra subnotificação de casos de homofobia e transfobia Um levantamento exclusivo feito pelo Jornal Nacional, em 2020, mostra que a aplicação da lei encontra várias barreiras, que levam à subnotificação de casos de homofobia e transfobia (veja vídeo acima). De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), de janeiro a abril de 2022, foram registrados 15 Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em Pernambuco com vítimas identificadas como sendo do grupo LGBTQIA+. No mesmo período de 2021, foram dez vítimas. Segundo a SDS, nenhuma delas foi identificada como sendo pessoa trans. Apesar de os dados divulgados pela SDS não apontarem nenhuma pessoa trans, em julho de 2021 uma mulher trans foi assassinada com um tiro na Várzea, Zona Oeste do Recife. Em 18 de junho de 2021, o corpo de outra mulher trans identificada como Kalyndra Selva foi encontrado dentro de casa, no Ipsep, na Zona Sul do Recife. O companheiro dela foi preso pelo crime. Em janeiro deste ano, uma mulher trans de 34 anos foi morta a tiros no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, quando voltava para casa. Uma mulher trans identificada como Bruna foi assassinada em Lagoa Grande, no Sertão de Pernambuco. O g1 questionou, nesta segunda, o motivo de esses casos não terem sido registrados pela SDS como assassinatos de pessoas trans e o que será feito para que não ocorra a subnotificação, mas não obteve resposta até a última atualização desta reportagem. Apesar de também ter sido questionada na sexta-feira (13), a SDS não disponibilizou dados a respeito de denúncias de transfobia e também não disse se os dados não existem, os motivos pelos quais não existem ou se há alguma perspectiva de início de contabilização dessas denúncias. VÍDEOS: mais vistos de Pernambuco nos últimos 7 dias

Crime aconteceu em 5 de abril, no bairro Ponto Central. Dois dos três suspeitos foram presos. Polícia prende suspeitos de envolvimento na morte de dono de açougue em Feira de Santana O dono de um açougue, morto a tiros dentro do próprio estabelecimento em Feira de Santana, foi assassinado a mando de uma facção criminosa, conforme informou a Polícia Civil da cidade onde ocorreu o crime. Antônio José Gomes de Souza, de 42 anos, foi morto no dia 5 de abril, no bairro Ponto Central. Ainda segundo a Polícia Civil, o crime foi elucidado e dois dos três suspeitos foram presos na última sexta-feira (13). Os presos informaram a polícia que o crime ocorreu a mando de uma facção. A polícia, no entanto, não detalhou o motivo pelo qual esse grupo criminoso fez de Antônio José um alvo. Os suspeitos estão com o pedido de prisão preventiva solicitado e a polícia aguarda a definição da Justiça e do Ministério Público da Bahia (MP-BA). Imagens de câmeras de segurança ajudaram a identificá-los. Crime Dono de açougue é morto a tiros dentro do estabelecimento em Feira de Santana Reprodução/TV Subaé O delegado Luis Smylov, responsável pela investigação do caso, informou que a vítima foi executada com cerca de oito tiros. Os funcionários contaram que Antônio estava no caixa do estabelecimento quando os autores do crime chegaram ao local e atiraram na vítima. Os funcionários de Antônio afirmaram ainda que os suspeitos mandaram que todas as pessoas fossem para o fundo do açougue. A polícia informou que os homens usavam máscaras e que tentaram perseguir os criminosos, mas eles seguiram em direção ao bairro Queimadinha. Dono de açougue é morto a tiros dentro do estabelecimento em Feira de Santana Reprodução/TV Subaé Veja mais notícias do estado no g1 Bahia. Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia 💻 Ouça 'Eu Te Explico' 🎙
O Ministério Público diz que não poderia manter a acusação contra o senador depois que o Superior Tribunal de Justiça invalidou praticamente todas as provas do processo, mas afirma que o arquivamento da denúncia não impede o retorno das investigações. Justiça do Rio rejeita por unanimidade denúncia de rachadinha contra Flávio Bolsonaro Depois de um pedido do próprio Ministério Público, o órgão especial do Tribunal de Justiça do Rio rejeitou por unanimidade a denúncia contra Flávio Bolsonaro pela prática de rachadinha. O Ministério Público diz que não poderia manter a acusação contra Flávio Bolsonaro depois que o Superior Tribunal de Justiça invalidou praticamente todas as provas do processo. O MP denunciou o senador em novembro de 2020. Flávio Bolsonaro foi acusado de ser o chefe de uma organização criminosa que se apropriava de parte dos salários dos funcionários do gabinete dele, quando foi deputado estadual. As investigações começaram em 2018 depois que um relatório do Coaf, o Conselho de Controle de Atividades Financeiras, identificou movimentações suspeitas na conta bancária de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio. Queiroz movimentou R$ 1,2 milhão entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017. Ele, Flávio e outros 15 investigados foram denunciados por peculato, lavagem de dinheiro, organização criminosa e apropriação indébita. Uma antiga assessora de Flávio Bolsonaro confessou aos promotores a prática da rachadinha. Luiza Sousa Paes admitiu ao Ministério Público que nunca atuou como funcionária de Flávio e contou que era obrigada a devolver mais de 90% do salário. O Ministério Público informou que aguarda ser comunicado oficialmente da decisão do Tribunal de Justiça para decidir o que vai fazer. O MP já disse que não há impedimento legal para reabrir a investigação, e o arquivamento da denúncia nesta segunda seria o primeiro passo para isso. Os promotores afirmam que podem ser feitos novos pedidos de quebra de sigilo a partir de dados do relatório de movimentação financeira do Coaf, que segue valendo como prova. A defesa de Flávio Bolsonaro declarou que o caso está enterrado e que tomará medidas judiciais cabíveis se houver desdobramentos.

Também haverá corte de bolo e desfile cívico. Os horários das atrações ainda não foram divulgados pela prefeitura. Léo Santana Mateus Ross O aniversário de 33 anos de Palmas voltará a ter uma programação completa em 2022. Em vídeo divulgado nas redes sociais na noite desta segunda-feira (16), a prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) informou que o dia será cheio de atrações e terá como encerramento um show do cantor Léo Santana, no Espaço Cultural. A programação começa durante a manhã com o tradicional corte do bolo na feira da 307 Norte. Ao longo do dia também haverá um desfile cívico no Aureny III. "Tem esquadrilha da fumaça esse ano, muitas exposições, muita coisa bacana acontecendo. Vamos encerrar a festa no Espaço Cultural com um show do Léo Santana, no máximo às 22h", afirmou. Tanto a contratação da esquadrilha como do cantor Léo Santana foram publicadas no Diário Oficial de Palmas nesta segunda-feira (16). A demonstração aérea, com duração de 30 minutos e três aeronaves, vai custar R$ 37 mil. Enquanto a apresentação musical foi contratada por R$ 365 mil. Os horários das atrações ainda não foram divulgados pela prefeitura. Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.
O nível dos estoques no país está mais baixo do que no período crítico da pandemia. Com a reabertura, o número de doadores subiu bem menos que o de cirurgias eletivas agendadas. Estoque de sangue nos hemocentros é mais baixo do que no período crítico da pandemia. Os hemocentros brasileiros precisam de ajuda: os estoques de sangue estão baixos. Doação de sangue: quem pode e não pode doar? São Paulo emite alerta para a queda nos estoques dos bancos de sangue A única fonte desse recurso essencial e sem substituto é a preocupação com o outro. “Dá uma sensação muito boa, porque você pensa: poxa, eu queria que alguém fizesse por mim também se eu precisasse”, diz a secretária Emily Raquel Fernandes. Estudante André Lucas de Oliveira: Melhor ainda saber que você está salvando uma vida. Repórter: E se eu te disser que são quatro? Lucas: Melhorou quatro vezes. Os componentes de uma bolsa de sangue servem para quem está no centro cirúrgico, hemofílicos, pacientes com câncer e transplantados. Mas, nos hemocentros brasileiros, o saldo do dia não bate a meta. O nível dos estoques de sangue, hoje, no país está mais baixo do que no período crítico da pandemia. É que, com a reabertura, o número de doadores subiu bem menos que o de cirurgias eletivas agendadas. Muitos procedimentos foram adiados nos últimos dois anos. Em São Paulo, por exemplo, a Função Pró-Sangue tem hoje 30% do volume necessário de bolsas para atender os hospitais da região metropolitana. “Nós estamos vivendo uma situação em que, todos os dias, nós temos que olhar nosso estoque antes de liberar as cirurgias do dia seguinte. Nosso apelo à sociedade é que é um esforço conjunto. Aqui a gente não é nada sem o doador. Ele é o combustível para que tudo comece a funcionar”, afirma Helena Sabino Fernandes, hemoterapeuta da Fundação Pró-Sangue. Para ganhar a carteirinha de doador basta ter de 16 a 69 anos, mínimo de 50 kg e bom estado de saúde. No dia da coleta, levar documento com foto e chegar no hemocentro descansado, com mínimo de seis horas de sono, e alimentado, mas sem comida gordurosa três horas antes. Pessoas com febre, gripe ou resfriado, diarreia, grávidas e mulheres no pós-parto não podem doar. O intervalo mínimo entre uma doação de sangue e outra é de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres. “Eu sempre que posso, ajudo. Eu doo sangue desde os 18 anos de idade; estou com 43”, diz o militar Ismael Araújo Neto. Em Minas, só quatro dos 10 doadores regulares antes da pandemia voltaram. “Os nossos tipos sanguíneos positivos estão com uma queda de aproximadamente 50%. Já os negativos, estão mais baixos ainda, aproximadamente 60%”, ressalta Hellen Heloisa Dupim, responsável pelo setor de captação do Hemominas. No Paraná, é alto o risco de não ter sangue para uma emergência. “Lembrando que estamos entrando na parte de inverno. Então, as manifestações gripais estão maiores e, com o frio, poucas pessoas não saem das suas casas para fazer a doação. Com isso, nossos estoques estão muito baixos, muito críticos", diz a diretora-geral do Hemepar, Liana Labres. Remédio para isso, só a solidariedade. “É satisfatório você saber que está ajudando alguém com um pedacinho seu. É algo que não custa nada, você não perde. Você ganha uma, duas horas no seu dia, para fazer outra família bem. Não só uma pessoa, mas também uma família. Eu fico imaginando assim: e se fosse alguém da minha família? E se fosse um parente meu? Então, é sempre bom fazer o bem", diz Luiz Orlando Carvalho Ribeiro, estudante de Enfermagem.

Um ciclone subtropical, nome que se dá a uma forte área de baixa pressão atmosférica sobre o mar, aumenta a instabilidade no estado e faz com que a temperatura despenque. Alerta dura até quinta-feira. Chegada de massa de ar polar diminui temperaturas na Serra do RS Os próximos dias devem ser de muito frio e de ventos fortes em todo o Rio Grande do Sul. Entre terça (17) e quarta-feira (18), há chance inclusive de neve na Serra Gaúcha. Um ciclone subtropical, nome que se dá a uma forte área de baixa pressão atmosférica sobre o mar, aumenta a instabilidade no estado e faz com que a temperatura despenque. O fenômeno deve provocar ventos fortes, que podem passar dos 100 km/h na Região Metropolitana, no Litoral Norte e no Sul do estado. Nesta segunda-feira, a Defesa Civil Nacional realizou entrevista coletiva para informar os cuidados que a população deve tomar em relação ao ciclone subtropical que pode atingir a região Sul, principalmente os estados do RS e Santa Catarina, a partir da manhã de terça. Esse alerta dura até quinta-feira. Em Cambará do Sul, termômetros de rua registraram temperaturas baixas nesta segunda (16) Reprodução/RBS TV Além da ventania, o ciclone provoca chuvas intensas em praticamente todo o estado. Junto com a massa de ar polar, aumenta a chance de neve e chuva congelada em locais mais altos, principalmente na Serra. Apenas a região da Fronteira Oeste vai ter tempo seco, mas com chance de geada. Nos Campos de Cima da Serra, pode haver registro de tremperatura negatriva. No resto do estado, as mínimas ficam entre 4º e 8º. Na capital, a mínima é de 10ºC. À tarde, segue frio, com a temperatura máxima não passando dos 14ºC. Na quarta, segue a possibilidade de neve na Serra. O tempo continua com chuva, vento e frio. No litoral, pode chover forte ao longo do dia. Ciclone deve provocar ventos fortes no RS nesta terça (17) VÍDEOS: Tudo sobre o RS

Apresentação será no sábado (21), às 19h, e os ingressos poderão ser retirados no local uma hora antes do início. Espetáculo "Sob o mesmo Teto". Edgar Ishikawa O Centro Cultural Casarão, em Barão Geraldo, distrito de Campinas (SP), recebe neste sábado (21), às 19h, a peça ‘Sob o mesmo Teto’; uma mistura de circo com teatro, estrelada por Alessandro Coelho e Débora Ishikawa, fundadores da Cia. Gravitá. A entrada é franca e os ingressos poderão ser retirados no local, 1h antes do início da apresentação. A atração de classificação livre, aborda o impacto das relações entre pessoas e animais, a partir de jogos corporais, cômicos e acrobáticos. Contando a história do encontro entre um homem metódico e um pet resgatado das ruas, criando um laço de amizade que transforma a forma como ambos enxergam a vida. A iniciativa foi contemplada pelo ProAc a partir do edital Circulação de Espetáculo para o Público Infantojuvenil. E percorreu, além de Campinas (SP), as cidades de Garça (SP), Mogi das Cruzes (SP), Marília (SP) e Bauru (SP). Serviço “Sob o mesmo Teto” - Cia. Gravitá Quando: sábado, 21 de maio, às 19h; Onde: Centro Cultural Casarão do Barão; Endereço: Rua Maria Ribeiro Sampaio Reginato, s/n, Barão Geraldo, em Campinas - SP; Quanto: entrada gratuita, com retirada de ingressos no local. VÍDEOS: Tudo sobre Campinas e região Veja mais notícias da região no g1 Campinas

O anúncio foi realizado na noite desta segunda-feira (16) pela governadora Izolda Cela. No site da companhia aérea Gol já é possível realizar a compra das passagens de Fortaleza para Miami (EUA). Thiago Gadelha Fortaleza volta a contar com voos diretos para os Estados Unidos com três frequências semanais para a cidade de Miami a partir de outubro deste ano. O anúncio foi feito pela governadora Izolda Cela (PDT) em publicação nas redes sociais na noite desta segunda-feira (16). As vendas no site da companhia aérea Gol já iniciaram. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram "Após dois anos de pandemia, nosso HUB aéreo já ganha novo impulso. Primeiro retomaram os voos diretos para a Europa (Paris, com três frequências semanais, além de Lisboa). Seguiremos firmes para fortalecer nossa economia e garantir mais empregos para os cearenses", escreveu Izolda. Em janeiro deste ano, o Aeroporto de Fortaleza chegou a ter 94 voos cancelados em 9 dias em meio a aumento de casos de Covid e influenza, contudo, a melhora nos índices da Covid-19 vem permitindo a retomada dos voos internacionais na capital cearense. Fortaleza-Paris Em outubro de 2021, a Air France a anunciou a retomada de três voos semanais de Fortaleza para Paris-Charles de Gaulle. A companhia informou a ligação das capitais do Ceará e da França às quartas-feiras, sextas-feiras e domingos. "A capital cearense e o estado do Ceará como um todo são estratégicos para nós, por seu potencial turístico e econômico, bem como por proporcionar um acesso ainda mais rápido à Europa", declarou à época Jean-Marc Pouchol, diretor geral da Air France-KLM na América do Sul. Veja mais notícias do Ceará no g1 em 1 Minuto

O monumento representa o santo na ponte sobre o Rio Moldava, localizado na cidade de Praga, capital da República Tcheca Monumento construído em homenagem ao padroeiro de São João Nepomuceno Juninho Detone/Prefeitura de São João Nepomuceno São João Nepomuceno comemorou 207 anos nesta segunda-feira (16) e a data contou com inauguração de um monumento em homenagem ao santo padroeiro da cidade. O evento na Praça Carlito Ricardo Guazzi também inaugurou a revitalização do espaço público. De acordo com informações divulgadas pela Prefeitura, o monumento representa o santo na ponte sobre o Rio Moldava, localizado na cidade de Praga, capital da República Tcheca, onde também se encontra uma imagem do santo considerado mártir da confissão. São João foi pároco da realeza tcheca no século XIV, e da morte dele, conta-se que ao defender os segredos da confissão da Rainha Joana, o então Rei Wenceslau ordenou a execução sumária. O corpo do padre João Nepomuceno (Jan Nepomuk) foi lançado nas águas daquele rio, próximo àquela ponte. A inauguração do monumento fez parte das comemorações do aniversário de da cidade de São João Nepomuceno. VÍDEOS: veja tudo sobre a Zona da Mata e Campos das Vertentes

Boa noite! Aqui estão as principais notícias do estado para você terminar o dia bem-informado. Confira o resumo de algumas das principais reportagens e as mais acessadas pelos leitores do g1 PR, nesta segunda-feira (16). Policial que atirou contra clientes de posto de gasolina é denunciado por homicídio qualificado e por 7 tentativas de homicídio O Ministério Público do Paraná (MP-PR) denunciou nesta segunda-feira (16) o policial federal Ronaldo Massuia por homicídio triplamente qualificado, por sete tentativas de homicídio triplamente qualificado, e por peculato (apropriação de bem público). As qualificadoras aumentam a pena em caso de condenação e no caso do policial, na avaliação do MP, foram: motivo fútil, perigo comum, e dificuldade de defesa. Na denúncia, a promotora Marcela Marinho Rodrigues afirma que o acusado agiu "com vontade e consciência", assumindo o risco de matar. Ela acrescenta que o policial demonstrou "absoluta indiferença com as consequências" dos atos cometidos. A denúncia foi apresentada à Primeira Vara do Júri de Curitiba, que decidirá se aceita ou não a denúncia. Policial federal, que atirou contra várias pessoas, é denunciado pelo Ministério Público Casal de médicos suspeito de atuação ilegal em pronto-socorro é solto sob fiança de R$ 10 mil O casal de médicos preso suspeito de atuar de forma ilegal no pronto-socorro de Santo Antônio da Platina, no norte pioneiro do Paraná, teve autorização da Justiça para ser solto sob fiança de R$ 10 mil cada. De acordo com a investigação, a médica do pronto-socorro permitia que o marido dela, que não tem registro médico profissional, atendesse pacientes durante os plantões dela. Ele prescrevia as receitas para, depois, a esposa médica assinar. Conforme a decisão, de sábado (14), a esposa e o marido respondem como coautores pelo exercício ilegal da medicina e falsidade ideológica. Eles foram presos em flagrante durante cumprimento de mandado de busca e apreensão na unidade de saúde. Falso médico é preso em flagrante na região de Londrina Jovem é atropelado por ônibus após ser empurrado em rua Um jovem foi atropelado por um ônibus após ser empurrado por outra pessoa em uma rua movimentada de Cascavel, na região oeste do Paraná, segundo a Polícia Militar (PM). O caso foi registrado no domingo (15). Testemunhas disseram, de acordo com a polícia, que a vítima estava passeando com um amigo, no cruzamento das ruas Paraná e Pio XII, quando esbarrou em um indivíduo que ele não conhecia. A pessoa, em seguida, empurrou o jovem com um chute. Guilherme Camargo, de 21 anos, foi atingido por um ônibus que transportava trabalhadores. Jovem é atropelado por ônibus após ser empurrado em rua de Cascavel, diz PM Paraná terá semana de frio intenso com possibilidade de chuva congelada Uma massa de ar polar impulsionada por um ciclone extratropical deve derrubar as temperaturas em todo o Paraná entre terça (17) e quinta-feira (19). A previsão é do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar). O frio deve ser registrado a partir da noite de segunda-feira (16). Segundo os meteorologistas, as menores temperaturas devem ser registradas na terça-feira, quando cinco cidades têm previsão de mínima de 1ºC. Veja vídeo abaixo. O céu deve apresentar alta nebulosidade, o que impede a formação de geadas generalizadas. Os especialistas não descartam a possibilidade de chuva congelada em algumas regiões. Sensação térmica deve ser de mais frio do que acusam termômetros Reajuste de 4,96% na tarifa de água e esgoto da Sanepar é aplicado a partir de terça-feira (17) A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) aplicará um reajuste de 4,96% na tarifa de água e esgoto a partir de terça-feira (17). Com a mudança, a tarifa mínima deve passar para R$ 81,45. O aumento foi autorizado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar) e ocorre na 2ª Revisão Tarifária Periódica (RTP). O próximo reajuste deve ser feito a partir de abril de 2023. Segundo a Agepar, o reajuste ocorre considerando o desenvolvimento de trabalhos de revisão tarifária. Conta de água fica mais cara a partir desta terça-feira 22 pessoas são presas em operação da PM contra abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes Uma operação da Polícia Militar (PM) contra abuso e exploração sexual em crianças e adolescentes prendeu 22 pessoas no fim de semana. Conforme a PM, foram cumpridos 14 mandados de prisão e outras 8 pessoas foram presas em flagrante durante a operação. Nove adolescentes foram encaminhados à delegacia. A operação, segundo a polícia, foi realizada em diversas abordagens em bares, boates e casas noturnas. 22 pessoas são presas em operação da PM Polícia Militar/divulgação Um em cada três paranaenses trabalha na informalidade, diz IBGE A taxa de desemprego no Paraná é a quinta menor do país (6,8%), porém, o estado tem uma alta taxa de pessoas trabalhando na informalidade, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Dados da última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), realizada pelo IBGE, mostra que, dos paranaenses ativos no mercado de trabalho, 32,1% são informais. O número contempla cerca de 1,85 milhão de trabalhadores. A taxa de informalidade registrada pelo estado no primeiro trimestre deste ano é quase igual ao do período anterior à pandemia. Nos primeiros três meses de 2019, eram 1,9 milhão de paranaenses na informalidade. Um em cada três paranaenses trabalha na informalidade Curtas e rápidas Campanha do Agasalho arrecada roupas para famílias do Paraná; veja onde doar Pais de planta: especialistas orientam como ter sucesso ao decidir levar uma muda para casa Agências do Trabalhador do Paraná têm 10.254 vagas de emprego abertas Pai é levado para a delegacia suspeito de agredir bebê de 4 meses, em Loanda Semana Nacional de Museus oferece programação especial no Paraná; confira Restaurantes universitários da UFPR deixam de oferecer refeições em marmitas; alimentação continua sendo servida nos locais Governo do Paraná lança programa que oferece até R$ 350 mil de incentivo para produções artístico-culturais; veja como participar Leilão online nesta terça (17) arrecada recursos para refugiados ucranianos em Prudentópolis Senai oferta mais de 250 vagas em cursos gratuitos de informática no Paraná Oficina de Música de Curitiba ganha edição de inverno; saiba como se inscrever VÍDEOS: mais assistidos do g1 PR Veja mais notícias do estado em g1 Paraná.

Interessado pode enviar currículo por e-mail ou ir presencialmente na Casa do Trabalhador. Carteira de trabalho Jorge Júnior/Rede Amazônica O Sistema Nacional de Emprego no Amapá (Sine-AP) oferta oportunidades de empregos para Macapá. O número de vagas está disponível de acordo com as empresas cadastradas no Sine e são para todos os níveis de escolaridade e experiência. O Sine retomou o atendimento presencial de entrega de currículos, das 8h às 14h, de segunda a sexta-feira, na Casa do Trabalhador (endereço: Avenida Mendonça Júnior, entre as ruas Paraná e Marcelo Cândia, no Santa Rita). Os interessados também podem encaminhar currículo, citando o emprego desejado, por e-mail, para o endereço: [email protected] Trabalho e carreira: veja lista de concursos públicos, processos seletivos e vagas de trabalho no estado As oportunidades estão disponíveis apenas para o dia divulgado. Veja as vagas ofertadas de acordo com as solicitações das empresas: Macapá analista financeiro arquivista auxiliar de frota carpinteiro eletricista eletrotécnico encanador farmacêutico líder de frota pintor serralheiro técnico em refrigeração vendedor Veja o plantão de últimas notícias do G1 Amapá VÍDEOS com as notícias do Amapá:

Mediado pela jornalista Aline Midlej, o evento acontece na semana em que é celebrado o Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento. A transmissão começa às 19h no site da GloboNews e nas redes sociais do canal. #ConverseComOutrasIdeias recebe Karol Conká e Rita Von Hunty para conversar sobre bem-estar e saúde mental Mediado pela jornalista Aline Midlej, o evento acontece na semana em que é celebrado o Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento. A transmissão começa às 19h no site da GloboNews e nas redes sociais do canal. Tema da mesa: Quais os parâmetros para a manutenção de uma discussão pública sadia? Todo mundo pode falar o que quiser? . Convidados: Karol Conká e Rita Von Hunty. Mediação: jornalista Aline Midlej. Transmissão acontece pelo site da GloboNews e pelas redes sociais do canal

Defesa Civil gaúcha emitiu, na noite desta segunda-feira (16), um alerta para o risco de destelhamento, queda de árvore e de poste de energia. Ondas podem chegar a 4 metros de altura na costa gaúcha. As temperaturas devem despencar ainda esta noite. E os estados mais afetados serão Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Ciclone subtropical pode virar tempestade no sul do país Ciclone subtropical pode se formar na noite desta segunda-feira (16) na costa gaúcha e evoluir para a tempestade subtropical Yakecan na próxima terça-feira. O nome em tupi-guarani, escolhido pela Marinha, significa "Som do Céu". Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, os ventos em torno de 100km por hora vão ganhar força principalmente na tarde de terça-feira (17) e durante à noite, no litoral gaúcho e no sul de Santa Catarina. A Defesa Civil gaúcha emitiu alerta para o risco de destelhamento, queda de árvore e de poste de energia. E as ondas podem chegar aos 4 metros de altura entre Rio Grande e Laguna, e aos 3 metros de altura até Arraial do Cabo, no Rio de Janeiro. O ciclone também empurra a umidade do mar em cima de um ar frio. Por isso, há risco de nevar nas serras gaúcha e catarinense e no Planalto de Santa Satarina já na noite desta segunda-feira, segundo o Inmet. Entenda a diferença de neve, chuva congelada ou congelante Reprodução do Jornal Nacional No extremo sul do Paraná, não se descarta chuva congelada ou congelante. Entenda a diferença: Neve: cai em forma de floco. Chuva congelada: também cai em forma de floco, mas no caminho fica líquida e depois volta à forma de gelo. Chuva congelante: começa líquida e só congela ao tocar a superfície. Também tem previsão de geada em regiões do Paraná na terça-feira. Previsão do tempo: veja as máximas para terça-feira (17) no Brasil Reprodução Jornal Nacional Mínimas e máximas Nas capitais, máximas de apenas 13 graus em Curitiba e 14° em Porto Alegre. Em Campo Grande, 16°; em São Paulo, 19°; no Rio, 24°. Já em Goiânia e Rio Branco, 25°; e em Cuiabá, 26°.Em Salvador e Teresina vão ser as capitais mais quentes no Nordeste; e em Belém e Palmas, no Norte Chuva É no Norte, onde a chuva se concentra com risco de alagamentos. Alguma chuva pontualmente forte também pode ser registrada na divisa do sul da Bahia com o norte do Espírito Santo e de Minas Gerais. Já em Belo Horizonte, tempo firme. No Rio e em São Paulo podem ter chuva fraca. Mapa do tempo: onda de frio pode ser a maior do ano Reprodução Jornal Nacional As madrugadas mais geladas da semana vão ser quarta-feira, em Campo Grande, com 14 graus e em São Paulo, com 6°. Na quinta-feira, 7° em Belo Horizonte e 12°, no Rio. Na sexta-feira, 5 ° em Brasília e Goiânia. Essa pode ser a onda de frio mais intensa desse ano. Leia também: Frio intenso é esperado a partir desta terça-feira (17) em Ribeirão Preto e Franca; veja previsão do tempo Queda de temperatura deixa tempo ameno no Acre com a chegada de mais uma frente fria
De acordo com a acusação, ele cometeu o crime, em junho de 2019, porque não aceitava o namoro do ator, de 22 anos, com a filha, que na época tinha de 18 anos. Polícia de SP prende Paulo Cupertino, acusado de assassinar Rafael Miguel e os pais do ator A polícia paulista prendeu Paulo Cupertino, acusado de assassinar Rafael Miguel e os pais do ator. Dos vários disfarces imaginados pela polícia, o empresário Paulo Cupertino escolheu um diferente. Ele estava de cavanhaque comprido e cabelo pintados de preto quando foi preso em um hotel, na zona sul de São Paulo. Namorada do ator Rafael Miguel, Isabela Tibcherani comenta prisão do pai A polícia chegou até ele por meio de uma denúncia anônima. Os investigadores passaram dias esperando para prender Cupertino. “Não resistiu. Já sabíamos o quarto onde ele estava. A partir de hoje, ele está à disposição da Justiça para responder pelos crimes que ele já está denunciado, inclusive”, conta o delegado Wendel Luiz Pinto. Paulo Cupertino é réu por triplo homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e porque impossibilitou a defesa das vítimas. De acordo com a acusação, ele matou o ator Rafael Miguel e os pais do rapaz porque não aceitava o namoro do ator, de 22 anos com a filha Isabela, que na época tinha de 18 anos. Vídeos gravados por câmeras de segurança mostram o momento em que Cupertino atira 13 vezes em Rafael e nos pais, João Miguel e Miriam Selma Miguel. O crime aconteceu em junho de 2019, na frente da casa onde Isabela morava com a mãe. Rafael ficou conhecido depois de interpretar um menino que pedia brócolis à mãe em um comercial de TV. Na Globo, ele atuou em duas novelas e em um especial de fim de ano. O nome de Paulo Cupertino estava na lista vermelha da Interpol, como o criminoso mais perigoso e procurado do estado de São Paulo. A polícia suspeitou, inclusive, que ele tinha fugido do Brasil. Ao chegar ao Departamento de Homicídios, Cupertino negou o crime. “Eu sou inocente. A minha filha me condena. Vamos esperar a Justiça agora para saber a verdade”, disse. A polícia investiga se Paulo Cupertino contou com a ajuda de pelo menos quatro amigos durante o tempo em que esteve foragido. Dois deles já são réus por auxiliarem Cupertino na fuga. Em uma rede social, a ex-namorada de Rafael Miguel, Isabela, filha de Cupertino, agradeceu as mensagens e o apoio recebidos e disse que "é uma mistura muito grande de sentimentos e que agora precisa de espaço”.
Sete estados e o Distrito Federal relataram que já não têm testes suficientes para atender a demanda. Começa a faltar reagente para testes de dengue, em meio ao aumento do número de casos da doença O número de casos suspeitos de dengue no Brasil mais que dobrou em relação ao ano passado e há queixas de falta de testes para diagnóstico. Em três semanas, casos de dengue crescem 40% em todo o país; total de infectados vai a 750 mil Número de casos de dengue de janeiro a abril supera o do ano passado inteiro Após aumento dos casos de dengue, veja como combater mosquito causador da doença Quem já teve dengue sabe o que o repositor de mercado Ítalo Augusto está passando. “Tem uns três dias. Não consigo comer, sentindo muita dor no corpo, dor de cabeça, dor atrás dos olhos e umas manchas estão aparecendo no corpo”, detalha os sintomas. Os números de casos de dengue no país este ano são assustadores: de janeiro a maio houve um aumento de 151% na comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo o Ministério da Saúde, até 7 de maio, foram notificados mais de 757 mil casos prováveis. A região Centro-Oeste é a recordista com 1.171 casos por 100 mil habitantes, seguida das regiões Sul e Sudeste; 265 pessoas morreram neste ano vítimas da dengue - a maioria em São Paulo, Santa Catarina, Goiás e Bahia. Um dos métodos mais práticos para diagnosticar a dengue é por meio do teste rápido, que é gratuito na rede pública de saúde. Ele é feito no momento da consulta médica e, preferencialmente, a partir do sexto dia de sintomas. Mas apesar desse aumento no número de casos de dengue, as secretarias estaduais de Saúde dizem que não estão recebendo do ministério o material para fazer os testes, ou tem recebido em menor quantidade. Sete estados e o Distrito Federal relatam que já não têm testes suficientes para atender a demanda: Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Piauí, Paraná, Bahia, Santa Catarina e Sergipe. São três principais testes para detecção da dengue: os moleculares e os antígenos são feitos na fase mais aguda da doença; já os de anticorpos são feitos no chamado estágio tardio da doença. Dengue: novo teste baseado em nanotecnologia identifica sorotipos da doença Pesquisadores da UFMG desenvolvem teste capaz de detectar quatro tipos de dengue O Jornal Nacional procurou o Ministério da Saúde, que não respondeu sobre o motivo da falta destes testes. Em nota divulgada na noite desta segunda (16), o ministério disse que uma nova remessa dos insumos para os testes diagnósticos esta prevista para ser entregue até o mês de junho. Sobre os testes moleculares da Fiocruz, informou que estão sendo entregues diretamente aos estados. Enquanto isso, pacientes que não conseguem ter certeza do diagnóstico ficam preocupados. “Fui receitada para dengue, porém não fiz o teste porque não tem reagente em nenhum lugar da rede pública. Então, a medica só me receitou as medicações para dengue e pediu para eu ficar em observação. Caso apareça alguma mancha vermelha ou sangramento, que eu retorne lá”, conta a aposentada Edmaria Dias. O epidemiologista André Ribas lembra que o diagnóstico também pode ser feito a partir dos sintomas, mas explica que os testes são mais precisos, tanto para a indicação de medicamentos quanto para o mapeamento da doença. “O teste é muito importante, tanto do ponto de vista de identificar precocemente o quadro clínico - se é realmente a dengue -, mas principalmente para também nós podermos acompanhar do ponto de vista epidemiológico. Além deste ano ter tido um número maior de casos, eu tenho muita preocupação com o segundo semestre. Se nós não conseguimos interromper a cadeia de transmissão, nós podemos ter uma situação bastante complicada no ano que vem em relação à dengue e as outras arboviroses. E nesse sentido, as ações têm que ser tomadas de imediato para que não aconteça epidemias no ano que vem”, afirma.

Evento será de 30 de junho a 10 de julho e homenageia o maestro e compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos. Oficina tradicionalmente é realizada entre janeiro e fevereiro, mas foi adiada na pandemia Divulgação As inscrições para a 39ª Oficina de Música de Curitiba estão abertas. O evento foi adiado em janeiro por conta da pandemia de Covid-19 e está previsto para o período de 30 de junho a 10 de julho. Os interessados em participar dos cursos precisam se inscrever pelo site do evento. Para os cursos presenciais com processo seletivo, as inscrições vão até 31 de maio. No caso dos cursos sem processo seletivo ou ministrados online (EAD), o prazo é 20 de junho. A edição especial homenageia o maestro e compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos, e também destacará os 200 anos de independência do Brasil. Entre as atrações estão Toquinho, Renato Borghetti, Danilo Caymmi e Claudio Nucci, Spok Frevo e show de encerramento com a baiana Margareth Menezes. Músicos curitibanos também vão se apresentar. Com a retomada das atrações presenciais, a Oficina também contará com eventos paralelos como a Oficina Verde, a Jazztronômica e o Circuito Off pelos bares e restaurantes, além de mostra de filmes no Cine Passeio. Aulas ofertadas Oficina terá aulas presenciais e online Cido Marques/FCC A 39ª Oficina de Música de Curitiba oferece 64 cursos nas áreas de Música Erudita, Música Antiga, MPB e Tecnologia. Do total, 44 cursos são presenciais e 20 on-line, com aulas ministradas por professores de destaque no atual cenário musical do país e do mundo. “A programação pedagógica oferece formação individual aliada às práticas em conjunto, em um intenso trabalho sob a tutela individual ou coletiva de aproximadamente 65 professores e artistas consagrados do cenário nacional e internacional”, destaca a coordenadora geral da Oficina de Música de Curitiba, Janete Andrade; As aulas presenciais serão em 11 espaços culturais da cidade, principalmente endereços na região do Centro e Setor Histórico, como Cine Passeio, Casa Hoffmann, Conservatório de MPB, Capela Santa Maria, Memorial de Curitiba. Os cursos de Música Antiga serão os únicos oferecidos na modalidade à distância (EAD), por conta da logística dos professores, que nesse período do ano estão em temporadas pela Europa. VÍDEOS: os mais assistidos do g1 PR Mais informações do estado em g1 Paraná.

Município disse estar com vagas abertas, mas que não encontra profissionais interessados na função. Pais fazem protesto para cobrar profissionais Reprodução/ TV Centro América Crianças com autismo estão fora das escolas por mais de um mês por falta de monitores em Sinop, a 504 km de Cuiabá. Estagiários fazem o serviço, mas estão sem receber há mais de 30 dias. Os pais fizeram protesto na última sexta-feira (13) e cobraram uma solução para o caso. Compartilhar no WhatsApp Compartilhar no Telegram Com um filho autista, a mãe Andréa Prado conta que a diretora a chamou e disse que não teria condições de receber o garoto pela falta do monitor, devido ao atraso de salário. A Prefeitura de Sinop disse que já pagou os monitores e que está com vagas abertas para a contratação de novos profissionais. Andréa disse que o filho já passou por três monitores desde o começo do ano letivo. "Quando eles pegam amor na pessoa, depois troca, eles regridem. O meu filho regride toda vez que troca", contou. A dona de casa Janete Sheibe também é mãe de filho autista. Segundo ela, mesmo com o pedido da escola, não deixará de mandar o filho todos os dias à aula. "Falam tanto em inclusão e cadê?", questionou. Janete disse o filho se apoia aos amigos da sala para poder continuar frequentando às aulas e não deixar de estudar.

Candidatos devem acessar o site para agendar o atendimento. Simm oferece vaga para Sushiman nesta terça-feira Reprodução/Pixabay O Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra (Simm) disponibiliza vagas de emprego em Salvador para terça-feira (17). Há oportunidades para jardineiro, pedreiro , entre outras. [Veja lista de vagas no fim da matéria] Os candidatos devem acessar o site para agendar o atendimento. Em caso de deficiência visual, os candidatos deverão entrar em contato pelo número: (71) 3202-2005 para o agendamento. Por causa da pandemia da Covid-19, o atendimento é realizado de forma híbrida: presencialmente e remotamente, via WhatsApp. A escolha é feita no momento do agendamento. Na abordagem inicial, os atendentes consultam dados pessoais e currículos. Caso estejam adequados aos requisitos das vagas, os candidatos serão encaminhados para entrevistas com psicólogo do órgão, via chat, e, se forem tecnicamente aprovados, receberão carta de recomendação para o processo seletivo das respectivas empresas solicitantes. Quem já estiver cadastrado no site deve atualizar o número do WhatsApp do Simm, para que a equipe entre em contato no dia e hora em que forem marcados os agendamentos. Confira as vagas Sushiman Ensino médio completo 6 meses de experiência Conforme nova lei trabalhista a forma de contratação será no Regime MEI Salário: a combinar + benefícios 1 vaga Salgadeiro Ensino médio completo 6 meses de experiência Conforme nova lei trabalhista a forma de contratação será no Regime MEI Salário: a combinar + benefícios 1 vaga Auxiliar de limpeza Vaga exclusiva para pessoas com deficiência Ensino médio incompleto Sem experiência Salário: a combinar + benefícios 1 vaga Vigilante Ensino médio completo, 6 meses de experiência Imprescindível curso na área atualizado e disponibilidade para trabalhar em Lauro de Freitas Salário: a combinar + benefícios 3 vagas Monitor de CFTV Ensino médio completo 6 meses de experiência Imprescindível curso na área atualizado e disponibilidade para trabalhar em Lauro de Freitas Salário: a combinar + benefícios 3 vagas Estoquista Ensino médio completo 6 meses de experiência recente Requisitos imprescindíveis: ter fácil acesso aos bairros da Barra ou Pituba Salário: a combinar + benefícios 2 vagas Técnico em Eletromecânica Estágio Ensino técnico em Eletromecânica incompleto (estar cursando a noite) Sem experiência Bolsa: 700,00 + benefícios 2 vagas Gerente de transportes Ensino médio completo 6 meses de experiência Imprescindível comprovação na área de liderança no ramo de transportes Salário: a combinar + benefícios 1 vaga Mecânico de veículos leves Ensino fundamental completo 6 meses de experiência Salário: a combinar + benefícios 1 vaga Assistente Financeiro Ensino superior completo em Administração ou Ciências Contábeis 6 meses de experiência Requisitos imprescindíveis: conhecimento de Excel, em Sistemas ERP, OMIE Salário: a combinar + benefícios 1 vaga Auxiliar administrativo Vaga exclusiva para pessoas com deficiência Ensino médio completo 6 meses de experiência Imprescindível boa dicção e Excel intermediário Salário: 1.445,71 + benefícios 1 vaga Analista de Suporte Técnico Ensino superior completo em Analise de Sistema, Ciência da Computação ou áreas afins 6 meses de experiência Requisitos imprescindíveis: Conhecimento Intermediário de Excel, Redes e em Hadware (Manutenção e Conserto) Salário: 1.300,00 + benefícios 2 vagas Mecânica de Manutenção de Motocicleta Ensino médio completo 6 meses de experiência Ter curso na área será um diferencial Salário: 1.417,00 + benefícios 2 vagas Mecânico de Caminhão III Ensino médio completo 6 meses de experiência Requisito imprescindível: disponibilidade para viajar, desejável curso na área Salário: 2056,53 + benefícios 2 vagas Recepcionista de Laboratório Vaga para pessoas com deficiência Ensino médio completo 6 meses experiência Imprescindível Conhecimento de Informática Salário: a combinar + benefícios 3 vagas Desenvolvedor de Android Pleno/Sênior Ensino superior completo em Tecnologia da Informação ou áreas afins 6 meses de experiência Salário: a combinar + benefícios 2 vagas Desenvolvedor de Web Ensino superior completo em Tecnologia da Informação ou áreas afins 6 meses de experiência Salário: a combinar + benefícios 2 vagas Coordenador de Marketing Ensino superior completo em Marketing 6 meses de experiência, imprescindível experiência com marketing digital e de produtos Salário: a combinar + benefícios 1 vaga Açougueiro Ensino médio completo 6 meses de experiência recente (2018 a 2021) Requisitos imprescindíveis: ter disponibilidade de horário e para trabalhar em Ondina, Itaigara e Lauro de Freitas Salário: a combinar + benefícios 5 vagas Veja mais notícias do estado no g1 Bahia. Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia 💻 Ouça 'Eu te explico' 🎙